quinta-feira, 21 de abril de 2011

Glee 2x17: A Night of Neglect



A grande chance dos negligenciados soltarem a voz.

Estava mais do que na hora. Primeiro, de Glee retornar, é claro e em segundo lugar, de termos a chance de ver as pessoas esquecidas cantando em um episódio. Foi uma boa metáfora. Escolher artistas nem sempre valorizados e fazer o mesmo com pessoal do Glee Club, afinal, quem é que nunca reclamou porque Mercedes ou Tina nunca tem a chance de mostrar seus talentos? Bom saber que Ryan Murphy sabe disso, pelo menos.

Para variar um pouco, nada de Rachel, nada de Finn. Nem mesmo Blaine - que tem tido mais músicas do que qualquer um do elenco principal e até ganhou um CD só seu, digo, dos Warblers - soltou uma nota. Para completar, tivemos o retorno de Sunshine Corazón, que veio para a Season Premiere e estava completamente esquecida. Isso, sem falar em mais uma música de Holly Holiday que, honestamente é ótima como personagem bizarro, mas dispensável para cantar mais uma vez, afinal, se tem uma coisa que Gwyneth Paltrow não foi em Glee, é negligenciada no setor musical.

Infelizmente, eu não gostei de nenhuma música. Nenhuma mesmo. E não estou julgando potência vocal, porque afinal, quem se arriscaria em dizer que alguém ali cantou mal? Meu problema era com as canções mesmo, bem executadas tecnicamente, mas sem nenhum apelo para mim, pessoalmente.

Sem comentários maiores para o DRAMA de Rachel, ao olhar para Finn e Quinn juntos. Assim como Will limpando as uvas de Emma, chato demais, O que me anima é saber que Jesse está prestes a retornar e espero muito que ele entre para o elenco fixo.

O que eu realmente gostei foi do clima de vilania. Sue Sylvester mais má do que jamais foi, juntando um time de super canastrões para destruir o New Directions e Will Schuester? Adorei a proposta canalha por trás disso tudo, trazendo de volta o treinador do Vocal Adrenaline, vulgo Sargento Belo; Sandy com sua Adaga Rosa e Terri Schuester como um terrível texugo destruidor. De todos só ressinto o retorno de Terri. Sei que a atriz é queridinha do criador da série, mas por favor, já encheu nossa paciência. O que continua ótima é a participação de Clarinha Evil e dos trolls do colégio, que andam aterrorizando até fórum de CSI.

Mercedes diva estava muito bem, querendo enxugar as mãos com filhotes de cachorro. Nojento e pouco higiênico, mas diva é diva. Exigências precisam ser cumpridas. Também aprovei o número de dança de Mike Chang. Realmente o cara manda bem e numa série de cantores, lógico que dançarinos ficam em segundo plano. Palmas para Santana e seu cabelo de lâminas de barbear, defendendo Blaine e Kurt e mais palmas ainda para os Brainiacs.

Foi sensacional ver Britanny, nossa pequena gênia, numa equipe de decatlon estudantil, detonando ao responder tudo sobre doenças felinas e simpatizantes nazistas hermafroditas. Um viva para o roteirista que surgiu com essa!

Músicas no Episódio:

“All by Myself” - Celine Dion: Sunshine (Charice)

"I Follow Rivers" - Lykke Li: Tina Cohen-Chang (Jenna Ushkowitz)

"Bubble Toes" - Jack Johnson : Mike (Harry Shum Jr. em performance de dança)

"Turning Tables" - Adele: Holly Holiday (Gwyneth Paltrow)

"Ain't No Way" - Aretha Franklin: Mercedes Jones (Amber Riley)


Comentários
9 Comentários

9 comentários:

JP disse...

Bom eu achei o episódio bom somente isso. Gostei das músicas, não de todas, mas Ain't No Way se destacou como a melhor delas de longe, executada de um jeito fenomenal pela Mercedes que realmente concordo contigo e com os fãs, ela estava muito esquecida na série assim como a Tina. Pra o que valeu neste episódio foi a participação Holy Holliday e solo da Mercedes.


Obs: O que acha Camis o episódio 18 vai Bom This Way (entendeu o trocadilho né) ou Boring This Way porque to com medo de não dar certo esse episódio 90 minutos é muito tempo. Ou vai ser o melhor episódio ou vai ser o pior( o que prefiro não acreditar).

rafael disse...

tambem gostei bastante do epi,glee tem me surpreendido desde do episodio 8 que so´ apresenta episodios bons ou ótimos,todos podem meter a boca na serie,mais que todo episodio tem algo bom e marcante,e o contrario de vcs as musicas pra mim foram o melhor do epi mesclando classicos com revelaçoes fazia tempo que glee nao colocava musicas tao boas,por fim glee mantem o bom nivel que vem carregando desde o epi 8 sem deixar a peteca cair

Gustavo disse...

Tava tudo tão booooooring, e ainda mais depois de 1 mês?

vanessa disse...

eu amei o episodio e fazia tempo que eu não ficava feliz com glee como fiquei hoje.
Pena que a tina não cantou até o final,a atriz que a interpreta é supertalendosa e esquecida.
Amei as cenas da Raquel boazinha com a Mercedez,gosto desse lado dela,mas a obcessão com o Finn me mata.

Espero ansiosamente pelo retorne do Jesse

Finalmente iremos nos livrar de Holly,já tinha cansado faz tempo e o retorno de Sandy foi o-t-i-m-o

Fauzy disse...

Tb gostei do episodio, a unica coisa que eu nao gostei foi da Gwyneth Paltrow ter acabado com musica da Adele,mel dels que acabou com a musica, nao tinha outra pra ela cantar nao aff

Hélio Filho disse...

O episódio não foi ótimo, mas também não foi ruim. O que eu gostei nele foi que deram espaço para o pessoal que geralmente é esquecido. Que pena que a Tina não cantou tudo, eu já gostava da Lykke Li e a personagem combina com estilo da cantora. O Mike foi muito bem, já que ele não pode pegar um solo cantando, ele faz aquilo que realmente ele sabe fazer que é dançar. Ótimo ver os quatro do Brainiacs, já que são meus personagens favoritos junto com a Santana e suas navalhas no cabelo.
PS: Roteiristas de Glee, se forem colocar alguém para cantar Adele, que seja alguém que realmente CANTE. #FikDica

Diego disse...

Pior episódio ever......Só gostei da Mercedes cantando e a liga da Sue!! O resto me deu vergonha alheia..

Alê disse...

Aaai, acho que tava com tanta saudade, que já foi suficiente pra mim! Gostei mto!

Mark dançando foi otimo! Mercedes cantando ahazou! E eles fizeram Adele. (Eu preferia que uma diva como Rachel tivesse cantado Adele, mas não se pode pedir tudo).

All by myself é dispensável, mas o episódio foi bem legal.

Mari Bisonti disse...

Gostei do episódio..Glee divertiu e como de costume as melhores partes são as longe dos draminhas..
Adorei eles quererem colocar uma música da Adele, mas realmente não é pra qualquer um cantar Adele, né pessoal.. Nem acho que a Gwyneth Paltrow canta mal, mas a interpretação ficou bem forçada.