quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Shameless 1x01: Pilot (Pre-Air)


Shameless só estréia oficialmente pela Showtime no dia 9 de janeiro, mas quem quiser já pode conferir o Piloto (ou ao menos um pedaço) dessa série completamente sem-vergonha, o que já é melhor do que vergonha alheia.

Acompanhando a moda de remakes que vem aí em 2011, Shameless é a versão americana de uma série inglesa homônima, criada por Paul Abott, no ar desde 2004. Obviamente, o sucesso alcançado pela história original despertou o interesse dos produtores do Showtime, que devem acreditar que a família Gallagher tem imenso potencial para conquistar o público na terra do Tio Sam.

O engraçado é que, mesmo a trama sendo baseada nessa decadente família inglesa, nesse quesito a família americana também não deixa a desejar. O objetivo de Shameless é justamente retratar esse lado triste e pobre com humor, embora seja meio difícil de rir diante das situações mostradas até agora. Essa é mais uma ‘dramédia’, gênero cada vez mais comum na TV e que tem caído no gosto do público nos últimos tempos.

Quem for assistir a série, que tem duração de 45 minutos por episódio, vai encontrar todo tipo de situação familiar envolta em caos. A casa dos Gallagher pode ser descrita como um chiqueiro, propriamente dito, e a desorganização chega a dar nervoso em muitos momentos. Essa sensação é boa, não se enganem. Esse é justamente o objetivo da série, que vai mostrar a nada glamurosa vida de Frank Gallagher (William H. Macy) e seus sete (SETE) filhos.

Frank é um cara completamente irresponsável, aparentemente desempregado e sem televisão em casa, já que produziu um número incrível de rebentos. Para completar, é alcoólatra, fanfarrão e vive sendo carregado para casa por policiais. Aliás, essa cena é única em que ele aparece, exceto pela narrativa inicial, quando ele descreve sem muito talento, cada um de seus amados filhos.

Fiona (Emmy Rossum) é a mais velha e ganhou o papel de mãe dos irmãos, que são de progenitoras diferentes, ao que tudo indica. Ela é praticamente a alma da série e pelo menos inicialmente, deve ser a personagem com mais foco. Para quem curte a atriz, já aviso que ela encara cenas de sexo, com direito a peitinho e bundinha. Sem dúvida, uma grande motivação para muita gente.

Temos ainda Lip (Jeremy Allen White) um garoto que sabe tudo de física, mas não é um nerd comum, já que tem lá seus enroscos com a polícia; Ian (Cameron Monaghan) que estuda em colégio militar e esconde da família sua preferência por garotos; Debbie (Emma Kenney) que até agora só juntou moedinhas dentro de meias; Carl (Ethan Cutkosky) que gosta de incendiar gatos com maçaricos e Liam, que é só um bebê e portanto, não faz nada além de figuração.

O panorama geral é de que estaremos envolvidos em situações que sempre tendem a piorar. Definitivamente essa não é uma versão bobalhona das comédias familiares que vemos na TV e no cinema, mas, infelizmente, preciso dizer que só por esse episódio inicial não é possível chegar a uma conclusão sobre a qualidade da série. Acredito que por ser uma produção do Showtime haja bastante potencial para crescer, mas por enquanto, em termos de comédia, o risômetro continua apontado para o zero. Vamos torcer para que o sem graça não supere o sem vergonha.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Gabriel disse...

Eu não sei se foi porque eu assisti esse piloto depois daqueles dois sofríveis primeiros episódios de Episodes, mas acho que Shameless tem muito potencial.

Junno_ disse...

Camis... eu vi o piloto hoje.... e devo confessar qeu vi mais pela EMILY ROSSUM, que eu curto muito desde a epoca do Phantom of the opera, mas gostei muito.... as tramas são interessantes e tem potencial sim, pra crescer, além do que as atuação forma muito boas.... posso dizer que foi a melhor estréia da temporada, pelo menos das que eu vi. espero que continue bom, vou ver o segundo episódio agora. haaa faz aproveito pra pedir que volte a ver e comentar V, e Tha bigbang Theory.. e quam sabe Shameless tbm rsrrs bjãooo

@Junno_