sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Episodes 1x01: Episode 1 (Pre-Air)


Episodes é a nova série de Matt LeBlanc sem Matt LeBlanc.

Ok. Eu estou sendo um pouco sensacionalista aqui, mas é quase isso e vou explicar direitinho. Episodes, produzida pelo Showtime é mais uma dessas séries pós Friends que já nasce com a responsabilidade de ser uma série de um ex-Friends, ou seja... As expectativas são imensas, o público interessado é grande e a maldição espera pelo momento de atacar, porque as séries com os integrantes de Friends sempre morrem cedo.

Como grande fã da série, é claro que eu estava louca para ver Matt LeBlanc em ação novamente. Gostei dos promos e vi muito potencial naquelas poucas cenas, especialmente selecionadas para que a gente se interesse em assistir ao Piloto, pelo menos. Particularmente, eu gosto de ente que sabe rir de si mesma e pela proposta de Episodes, imaginei que esse seria o caso. Na verdade, eu acho que esse é o caso, mas não é isso que o Piloto vende.

Imaginem alguém que, sem saber de absolutamente nada sobre Episodes, exceto a parte sobre Matt Le Blanc, resolva assistir esse primeiro episódio. A pessoa ficaria com cara de paca, olhando para a tela e se perguntando “Cadê o Joey?”. Para vocês terem uma ideia, ele aparece rapidamente, apenas por alguns 20 a 30 segundos, dentro de um carro, tentando fazer o programa de ligações automáticas discar o número certo. Depois dessas falas sem graça, ele sofre um acidente, mas fiquem tranqüilos: aparentemente ele sobrevive para dar o ar da graça mais para frente.

O que vemos nesse primeiro momento é a história desse casal de roteiristas ingleses de sucesso, que acabam seduzidos por Hollywood e pela oportunidade de levar a série deles para os EUA. Sean (Stephen Mangan) e Beverly Lincoln (Tamsin Greig), porém, logo descobrem que nem tudo é o que parece e que Merc Lapidus (John Pankow), o dono do canal de televisão americano interessado em produzir um remake de ‘Lyman’s Boys’ pode ser um desses caras que simplesmente não assiste televisão.

Durante 30 minutos vemos o casal entre o deslumbre e a descoberta da realidade, o que deveria ser engraçado, mas não é, nem remotamente. Sem dúvida eles são bons atores, mas não estou certa de que isso seja o suficiente para que a coisa realmente dê certo.

E agora vocês devem estar se perguntando onde, afinal, entra Matt LeBlanc (interpretando a si mesmo) nesse rolo todo. Depois que o ator escolhido por Sean e Beverly é recusado por Lapidus e sua equipe de puxa-sacos forçadíssimos, vem à baila o nome do grande astro Matt LeBlanc, o que parece não agradá-los nem um pouco. A coisa acaba por aí e é quando você se dá conta que a nova série de Matt LeBlanc fez um Piloto praticamente sem Matt LeBlanc. Creio que tenha sido um erro grave, mas que teria sido superado caso houvesse algum diálogo potencialmente engraçado. Não há.

Como sou teimosa – e também porque não tem mais nada de novo para se ver- ainda vou encarar o segundo episódio, que também já escapuliu e está disponível na Internet. Espero, honestamente, uma melhora considerável ou Episodes estará automaticamente riscada da minha lista antes mesmo da estréia oficial, que acontece no dia 9 de janeiro.

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Gabriel disse...

Uma pena, eu (e provavelmente muitos outros fãs de Friends) estava bem ansioso pela série, mas pela sua review percebi que o trailer foi uma baita propaganda enganosa, já que o Matt LeBlanc mal aparece...que pena

Paulo Rodrigo disse...

Ainda não assisti aos episódios pois odeio assistir pre-air, irei esperar 9 de janeiro chegar.

Mas pelos comentarios um tanto que confortaveis de Michel Arouca no Séries Maniacos, e pela groundbreaking review daqui do site, devo dizer que estou na corda bamba, pois cometer um erro desses logo em um episódio piloto, é preciso ter culhões e ser meio idiota!

A propaganda foi: MATT LeBLANC. O cara estava sumido desde o meio de 2006, e é claro que ninguem esperava o maior exemplo de brilhantismo na tv americana com Episodes, mas parecia ser um projeto tão interessante, tão inovador!

Espero que ocorram mudanças neste pre-air para a exibição original, e que a abertura seja mudada (horrivel), e que Episodes possa encontrar sua fórmula e que Matt LeBlanc apareça mais, pois honestamente, ele é o motivo principal para as pessoas assistirem á isso!

Jose Antonio disse...

Esse piloto não me empolgou me nenhum momento. Mas nenhum momento mesmo.
Não ter Matt no primeiro episódio da série seria até interessante caso a série fosse boa, o que não é.

Durante todo o episódio dava para notar a idéia das piadas e como tal piada poderia ser engraçada, como o casal fascinado com a mansão e a vontade de usufruir tudo o que ela oference, principalmente a banheira, mas hmmm piada muito manja e mal feita.
Aliás, parecia que a maioria das piadas usadas eram aquelas indicadas no manual "Piadas Prontas Para Série de Comédia", como por exemplo a piadinha inicial com Sean gritando para o jardineiro parar com o barulho e o jardineiro não entendendo nada. Depois o abraço forçado que Merc dá em Beverly toda vez que a encontra. Depois Sean prometendo ao porteiro do condomínio não revelar a identidade de ninguém da lista de moradores para, em seguida, soltar uns gritinhos de "nossa, fulano mora aqui!" - Meu, bem especial da Globo isso daí.

O episódio começou a fluir mais quando os três manda-chuvas de Merc deram as caras. Me diverti até com a loira da cara azeda, mas ainda sim nem tão engraçado.
A todo momento eu tinha vontade de falar pros roteiristas de Episodes "ok, eu entendi que vocês querem dizer que produzir um programa é uma zona em Hollywood e que td mundo é falso, mas bora elaborar melhor isso aí?"

Infelizmente o piloto não parecia nada com a imagem que as promos tentavam transmitir.

Jose Antonio disse...

Esse piloto não me empolgou me nenhum momento. Mas nenhum momento mesmo.
Não ter Matt no primeiro episódio da série seria até interessante caso a série fosse boa, o que não é.

Durante todo o episódio dava para notar a idéia das piadas e como tal piada poderia ser engraçada, como o casal fascinado com a mansão e a vontade de usufruir tudo o que ela oference, principalmente a banheira, mas hmmm piada muito manja e mal feita.
Aliás, parecia que a maioria das piadas usadas eram aquelas indicadas no manual "Piadas Prontas Para Série de Comédia", como por exemplo a piadinha inicial com Sean gritando para o jardineiro parar com o barulho e o jardineiro não entendendo nada. Depois o abraço forçado que Merc dá em Beverly toda vez que a encontra. Depois Sean prometendo ao porteiro do condomínio não revelar a identidade de ninguém da lista de moradores para, em seguida, soltar uns gritinhos de "nossa, fulano mora aqui!" - Meu, bem especial da Globo isso daí.

O episódio começou a fluir mais quando os três manda-chuvas de Merc deram as caras. Me diverti até com a loira da cara azeda, mas ainda sim nem tão engraçado.
A todo momento eu tinha vontade de falar pros roteiristas de Episodes "ok, eu entendi que vocês querem dizer que produzir um programa é uma zona em Hollywood e que td mundo é falso, mas bora elaborar melhor isso aí?"

Infelizmente o piloto não parecia nada com a imagem que as promos tentavam transmitir.