sábado, 23 de janeiro de 2010

The Vampire Diaries 1x11: Bloodlines


Acabou a espera. The Vampire Diaries está de volta e acaba com nosso sofrimento, depois desse longo hiatus, que nos deixou esperando uma semana a mais.


Vou confessar logo que esperava mais do episódio, embora não tenha achado ruim. Foi apenas menos emocionante do que o cliffhanger prometia, apesar de trazer algumas revelações que serão importantes para o rumo da história.

Uma das mais tristes constatações é a de que O CORVO se foi. O pior é que ao fundo, era possível ouvir os sons desse pássaro tão essencial para a série e que marcou nossos corações para sempre. Só posso dizer que cada corvalhar me deu agudas pontadas de saudade, mas segui em frente pensando em apenas uma coisa: lançar o novo apelido para um personagem da série. Na verdade ele não é de minha autoria, mas o criador me cedeu os direitos e a partir dessa review professor Alaric será chamado apenas pelo codinome de professor LARICA. Agradeço ao Leo por esse tostão de sabedoria e sutil (idade) jogo de palavras. E já que estamos falando nisso, vamos logo ao professor LARICA e a descoberta de que ele não é um vampiro. Pelo menos, não me parece que seja, mas seus flashbacks revelam que ele tem uma história dramática e teve a esposa comida por Damon em mais um de seus lanches fast food no meio da noite. Ao que parece, a mulher de Larica foi comida apenas no literal e o bíblico ficava apenas para o professor, que se tornou um caçador de vampiros para vingar a morte da amada. O anel que ele usa deve ter alguma importância, é claro, de tanto que dão closes naquilo. Por enquanto, tudo o que sabemos é que ele não serve como proteção contra os raios UVA e UVB.

Tivemos ainda muito tempo de tela com a MENINA BRUXA DA BOCA TORTA. Para desespero da atriz, a câmera muito próxima só fez mostrar mais suas tortices, mas quando era possível desviar o pensamento disso, a história era até interessante. Bonnie perdeu seus poderes fenomenais e não pode mais levantar penas e folhas de árvore por aí. Essa GRANDE perda causa desespero e ela precisa enfrentar seus medos para recuperar o gingado da bruxaria.Para variar, ela se enfia sozinha naquela floresta nefasta e vazia e acaba descobrindo a tumba de Emily, onde os vampiros, VAMPIRANHA inclusa, jazem sem sangue e sem forças. Quem a tira dali é Stefan, que, inclusive conhece a avó bruxa, Sheila, se é que isso tem alguma importância.

Longe dali, Elena e Damon fazem uma pequena viagem à Georgia, tudo para tomar umas biritas num boteco imundo. Afinal de contas, foi ele quem a salvou do acidente de carro e do vampiro atropelado, prestes a fazer um lanche. Só posso dizer que essa história com o vampiro misterioso ainda vai render e pode unir os irmãos Salvatore para proteger Elena. Mas enquanto isso não acontece, eles encontram a Mulher Gigante no bar e Damon se atraca com ela, quase sumindo no meio de tanta altura e largura de pessoa. Nossa Gigante é Bree e os fãs de Gossip Girl a conhecem como mãe de Vanessa. Eu nunca tinha notado que ela era tão imensa, mas quando estava ao lado de Damon, só conseguia pensar que ela tinha comido uma saca de fermento. Pela primeira vez, pude apreciar o vampiro comendo um lanche diferente no MC Damond’s. Era hambúrguer mesmo, mas aposto que muito mal passado. Depois beber, comer e dispensar Stefan –o vampiro mais burro de toda a história- pelo telefone de Elena, eis que a Giganta chama um comparsa e Elena é seqüestrada. Bela isca para pegar Damon, que quase queima até a última ponta nas mãos do namorado ressentido da Vampira Bochechuda que morreu. Agora, Elena está mais próxima de Damon e ele ainda lhe deve pela vida salva. Seria um sinal de que Stefan vai perder o amor de sua vida? Sinceramente, não acredito. Depois de ser estúpido o suficiente para deixar a foto de VAMPIRANHA à vista, Stefan tem a chance de contar a verdade. E aí as coisas começam a vir à tona, como por exemplo, o fato de que foi ele quem salvou Elena do acidente de carro no qual os pais dela morreram. Quer dizer, os pais adotivos, porque a explicação para a semelhança entre Elena e Vampiranha Katherine é de que elas devem ser da mesma família. Elena é descendente do amor antigo dos irmãos Salvatore e talvez, sua mãe ou pai sejam netos, bisnetos ou tataranetos de Vampiranha e Damon. Quem sabe? Estaria Elena pegando seu tio trisavô ou algo assim? Só o tempo dirá.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Leo disse...

Será que o Damon estava de larica quando comeu (literalmente) a mulher do Larica? Um mistério de The Vampiri Diaris que eu gostaria muito de ver resolvido!

Como eu disse no review do Thihtão, acho que o Larica é outro tip ode criatura mística, como um elfo!

Lucas disse...

Eu gostei do episódio, mas realmente esperava um pouco mais desse retorno. Bom, oque eu gostei foram das cenas da Bonnie que é uma das minhas preferidas e também das verdades sobre o passado de Elena que Stefan contou. Agora me deixou ainda mais curioso pra saber o que vem a seguir.

Bruno disse...

Aquela é a Ana de Alias?

Camis disse...

Sim, a Bree tb fez a Anna de Alias.