quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Battlestar Galactica 3x01x02: Occupation and Precipice


**Postagem dedicada à Piloto de Viper Érika Jazz, pelos serviços prestados à frota colonial**

Um final de temporada tenso só poderia trazer um início de temporada mais tenso ainda. Battlestar Galactica começa com mudanças bruscas e com as consequências da invasão dos Cylons em New Caprica. A aliança com o presidente Baltar, nada mais é do que uma fachada para atrocidades, torturas e o extermínio em massa. Especialmente porque as forças de resistência não sossegam e estão mostrando sua insatisfação com a união desses dois povos.


Na presidência, Gaius é apenas uma máquina de assinaturas, que deve endossar as vontades do conselho cylônico antes que uma bala seja colocada em sua cabeça. Ninguém escapa dessa verdadeira ditadura e aos poucos vamos conhecendo a situação dos personagens.

Coronel Tigh, por exemplo, foi preso, perdeu um olho e lidera a resistência, sempre tomando decisões precipitadas e cometendo o erro de confiar em Ellen. Tudo bem que, não fosse ela pagar com corpo a liberação dele da cadeia, o Coronel já teria morrido bem antes. Mas, numa dessas ameaças Cylons ela caba estragando os planos da resistência.

Junto com Tigh, Tyrol e Sam estão firmes. Planejam e executam atentados e lutam contra a dominação do inimigo. Mas tudo isso traz consequências. Tyrol, que sinceramente mais parece o Lula, tem uma família agora e suas ações acabam fazendo com que Cally seja presa e vá direto para a execução, da qual ela escapa por pouco, com a ajuda de um policial humano, a serviço dos Cylons.

Se Tyrol nem imagina o destino da esposa, Sam enfrenta a mesma situação. Starbuck está prisioneira com um dos Cylons, que se diz apaixonado por ela e pai de sua filha. Starbuck, que não se cansa de matar o novo “marido”, não suporta a presença de Kacey, mas parece sentida quando a menina sofre um acidente. Para mim, esse é só mais um plano de Starbuck, que prefere morrer a virar esposa e mão de Cylon, embora eu acredite que ela seja capaz de salvar a criança.

Gaeta, que é uma espécie de aspone de Gaius é um espião. Ele envia informações para a resistência, mas é reconhecido como traidor. Porém, não fossem as dicas de Gaeta, Tyrol jamais teria sido capaz de entrar em contato com a frota colonial, que começa a traçar um plano para salvar quem for possível, antes que seja tarde demais.

No espaço a situação está complicada. Adama se sente culpado e pretende arriscar tudo na invasão de New Caprica. O bigodão sensual vai bem, obrigada, mas Lee (paunocu) Adama, quanta diferença. E a mudança não foi no cabelo, não, mas sim, na forma rechonchuda do Comandante, que parece ter passado o tempo todo comendo em vez de pensar em alguma estratégia útil. O sentimento de Lee é de inutilidade mesmo e talvez ela nunca tenha sido tão pau no cu quanto agora, se é que isso é possível.

Com o ataque combinado, Sharon é reintegrada à frota e é o contato com Sam em New Caprica. O plano entra em ação, mas talvez, para alguns, como Laura Roslin e Tom Zarek, essa intervenção tenha chegado tarde demais.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Erika disse...

Agradeço em nome de todos os valentes e valorosos homens e mulheres que compões a nossa amada Frota Colonial.
Go,Vipers!Go !!!

Bernardo disse...

será que esse foi o fim de Laura Roslim e Tom Zarek ? Tem nem como, só quero ver no prox episódio como eles escaparam!


até o próximo..

Lili disse...

Não começo a ver uma série sem passar antes pelo blog e não me arrependo de Battlestar!!! Muito tenso, muito bom! Mais uma vez valeu Camis.