sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Modern Family 2x16: Regrets Only


Ao que tudo indica, é com esses sons emitidos pela Claire que podemos identificar as prostitutas de Tijuana.

Alegria, alegria! Modern Family está mesmo se recuperando da queda e mais uma vez, podemos comemorar um episódio de qualidade. O destaque da vez vai mesmo para Claire, que estava possuída, destruindo brócolis, tendo ataques e brigas homéricas com Phil e claro, parecendo uma louca completa na massagem, em pleno shopping.

Não sei dizer do que gostei mais, embora seja difícil superar aqueles gemidos sexuais na cadeira de massagem. Tem gente que gosta tanto dessas coisas que fica assim, em um universo paralelo e nem nota que está passando vergonha. Tem os que dormem, os que babam, os que têm ereção e claro, tem essa recém batizada categoria, muito bem representada pela Claire, que mostra toda classe das “proficionais do séquisso” tijuanenses.

A briga também foi sensacional. Sou mulher e por isso tenho o direito de dizer: mulher é F#%*. Se pegar na TPM então... O mais engraçado é que na maioria das vezes rola aquela máxima. A gente pode até não saber por que está batendo, mas os homens sabem por que estão apanhando. Quer dizer, Phil não sabia. Mas em defesa dele eu digo que Claire vai além da imaginação, com aquela neurose da salada. Mesmo assim, fica a dica para os espécimes do sexo masculino. A coisa mais boba pode dar inicio a 3ª Guerra Mundial, porque vale o efeito cumulativo.

Como sempre, Cameron e Mitchell me matam com aquelas briguinhas de casal. Chega ao ponto de eu realmente achar que eles são casados. Mesmo com uma história menor dentro do episódio, eles conseguem brilhar.

O que dizer de Gloria e todo seu talento para o canto? Acho que ela está perdendo tempo ao não se inscrever para o American Idol, porque é uma afinação única. Nem preciso dizer que ela foi fantástica – quando ela não é? - mas preciso fazer elogios ao Jay, que estava num impasse tremendo, mas resolveu preservar a própria vida em detrimento da sanidade.

No “clã infantil” as atuações de Luke, Alex e Haley foram esmagadas pelas aparições finais de Manny. Foi preciso coragem para enfrentar a fúria de Gloria, porque as mães colombianas são traiçoeiras. “Se você continuar com isso esse não será o último plugue que eu desligo” foi a frase do episódio. E de uma pessoa que já teve de conviver com progenitores cantores para outra eu digo que a ameaça de morte era a única saída. Manny, estou 100% com você.

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Igor disse...

Só me pergunto que queda foi essa de Modern Family, que teve uma dezena de excelentes epiódios essa season, teve.
Tem uns 6 episódios que só se lê isso. Só que se recupera de uma suposta queda. Parece que o disco tá riscado

Mari Bisonti disse...

Igor, houve uma queda de qualidade no começo da segunda temporada, sim. Modern Family não era a mesma, nada que chegasse a ser RUIM, não quero estar viva para presenciar isso, mas a impecável primeira temporada nos mimou bastante e ficamos acostumados com um nível que só se estabilizou depois do hiatus.

O melhor de Modern Family é que não dá pra escolher o melhor personagem, e todos tem o seu destaque.
Agora, eu não consigo me conformar como o Eric Stonestreet é bom, não dá pra acreditar que ele não é gay.