sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Blue Mountain State 2x12: Trap Game



Alucinação sabor cereja.

Há alguns episódios, os roteiristas de Blue Mountain State decidiram separar Sammy dos demais personagens, dando a ele suas próprias histórias. No começo, eu achei que isso não era uma boa coisa, já que o grupo parecia funcionar perfeitamente bem do jeito em que estava.

A surpresa é que depois disso, Sammy começou a aparecer mais. As situações dele são as mais bizarras e a dessa semana, em que ele passa o tempo todo mastigando camisinhas comestíveis com prazo de validade passado foi demais. Aproveitaram muito bem a participação do lutador Chuck Lidell, deitaram e rolaram nas cenas ridículas e coroaram Sammy como o ponto alto do episódio.

A dobradinha entre Moran e Thad também tem rendido ótimos papos de comadre, além dos usuais gritinhos histéricos e briguinhas de “casal”. O treinador continua crescendo na trama e apesar de ainda não ser digno de cenas memoráveis, gosto de vê-lo com Radon.

Esse chegou faz pouco tempo, mas dominou a temporada e não foi diferente dessa vez, com sua terapia que revelou problemas maternos e carência afetiva.

Agora, é esperar para ver os níveis de cretinice que Blue Mountain State está preparando para a Season Finale. Semana que vem é a hora da verdade.
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

pєтєя disse...

BMS é a série mais cretina q eu já vi e eu adoro isso! Os gritinhos do Thad sao os melhores e o Radon realmente veio com tudo! Nem sinto falta do Sam Jones III. Falando nisso, ele já saiu da cadeia? rs