terça-feira, 7 de dezembro de 2010

The Walking Dead 1x06 (Season Finale): TS-19


Chegamos ao episódio final da série mais esperada ano, mas e aí? Você realmente gostou?

Pela primeira vez eu vou fazer uma crítica a The Walking Dead. Preciso ser honesta e dizer que para uma Season Finale esse episódio foi qualquer nota. Não teve emoção, não teve choque, não teve tensão. Nada. Falharam feio na tentativa de criar cada um desses elementos e estou triste com isso.

De todos, esse foi o pior episódio apresentado. Fraco, bobo, dispensável. Simplesmente não foi o que eu esperava de uma produção da AMC, porque quem acompanha as séries da emissora sabe o nível a que eles são capazes de chegar.

Também não serei radical a ponto de dizer que odiei. Não sou tão extremista e como defensora que fui de The Walking Dead até agora, nem poderia. Para mim, o problema é que essa era uma Season Finale e com uma temporada tão curta, sinto que a série tinha obrigação de impressionar e fazer bonito. Aliás, preciso dizer outra coisa: acho que esse episódio não funcionou comigo porque, apesar do esforço da produção, não consegui me apegar de verdade a nenhum personagem, mas aí, o defeito pode estar em mim, eu admito.

Mas, depois de um mimimi em linhas gerais, vamos falar dos acontecimentos dessa Finale, que foi completamente fora dos padrões da HQ. Quero deixar claro que gosto dessas adaptações e não quero que a TV seja uma cópia fiel dos quadrinhos, mas sei lá, eu sou do tipo que aceita a existência de zumbis e ponto final. Eu não preciso de nenhuma explicação cientifica para isso e talvez seja esse o motivo de eu achar essa trama do CDC dispensável.

O que eu valorizo ali é a parte humana e a ironia da coisa. Quando todos pensam estar seguros, alimentados e com direito a uma noite de sono tranqüila, eis que Jenner se revela um fatalista. Esse homem ficou isolado e mesmo que tenha tentado manter seu foco, perdeu as esperanças. Jenner estava esperando pela morte, nada mais. E quando ele vê que ainda existe vida lá fora, apesar de tudo, isso não muda em nada sua visão. Ele está determinado a ajudar essas pessoas a encontrar um destino como o dele, numa morte sem dor e sem escapatória. Só que, é claro, a maioria não está disposta a desistir e mesmo que Rick revele seu lado sombrio e pessimista, ele também não vai deixar Lori e Carl morrerem dessa forma.

O engraçado é que eu não comprei a depressão de Andrea. Não mesmo. E aí talvez eu tenha que começar a concordar com quem diz que o elenco está deixando a desejar. Nem por um minuto eu achei que ela ficaria ali para morrer, acompanhada de Dale. Acho que isso é uma falha grave. Nem vou entrar nos méritos da explosão. Ou vou. A começar por uma granada que explode perfeitamente uma única vidraça.

Outra coisa meio besta foi o cochichar entre Rick e Jenner. Ficou curioso? Eu não. Simplesmente não me interessa o que ele possa ter dito naquele momento e não consigo explicar o motivo.

A única coisa de que realmente gostei foi ver de perto a história de Shane. No flashback do hospital muitas coisas ficam claras e sei que muitos não gostem dele (personagem e ator), mas ele é o mais humano de todos. Shane é, talvez, a pessoa que está sofrendo mais. Eu realmente acredito que ele goste de Lori, mesmo que não tenha usado os argumentos certos para convencê-la a deixar Rick para trás. Com certeza esse embate entre Rick e Shane é algo que me empolga para a próxima temporada, além, é claro, da expectativa por mais e mais zumbis. Desses eu não tenho nenhuma reclamação. Continuam bem produzidos, sendo abatidos de forma sanguinolenta.

Então, agora que acabou, nos encontramos novamente para falar de The Walking Dead em outubro de 2011. Falta muito ainda e até lá, estarei feliz e empolgada, sem nenhuma memória traumática dessa Season Finale sem graça.
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

Anônimo disse...

Não!odiei!!
Até parecia q ñ era TWD que estava vendo.
O epis. só enrolação,pra terminar dakele jeito...

Henry disse...

Deixarei de assistir... a série não é tão maravilhosa assim.... pra passar só quase 1 ano depois... não deveriam nem ter começado esse ano. Até outubro/2011 ... não dá pra lembrar nem do enredo da série mais. perde-se o "fio da meada" . Parabéns pelo blog. conheci a pouco tempo. e volto sempre agora.

Lu VC disse...

Fui defesora da série sempre, em grande parte pq não achava justo falar mal antes de ver pelo menos uma temporada completa. Agora...sei lá. Pra mim o sf foi preguiçoso, em vários sentidos.

Preguiçoso pq não teve mta história. Preguiçoso pq não me vi torcendo pra quase nenhum personagem. Cheguei até a elogiar o elenco em algum episódio anterior, mas agora nem me lembro o pq. Acho que eu esperava q ate o finale a série iria me convencer a gostar daquelas pessoas. Mas pra mim isso não funcionou com metade do elenco. Andrea e Dale, por exemplo, não rola. A moça q resolveu morrer com o Jenner idem. Agora, preguiça mor eu fiquei com a granada mágica...sem comentários.

A única coisa q eu gostei foi o flashback do Shane. Ele é com ctz o personagem mais complexo da série e é, provavelmente, o mais bem construído até aqui. Mas foi só...

Não odiei o final mas realmente espero uma compensação na volta da série.

ps: e o cochicho entre Rick e Jenner?Qdo o episódio acabou eu nem lembrava disso, só lembrei aqui. Será q tem alguma coisa a ver com a Lori?Eu ia achar ótimo.

Bjss

isotopos Aka Ricardo disse...

Eu leio a HQ e concordo quando você fala que não precisa ser cópia fiel, mas eles podem ficar com as idéias centrais, tipo o Condominio Fechado que eles encontram, a prisão que é o momento de catarse de todos os personagens, isso que eu gostaria que não fosse mudado.
O Interessante vai ser a entrada da Michonne,espero que aconteça na 2° Temporada.

João Paulo C F Longo disse...

Entendem agora o motivo de querer a morte de 93% do acampamento? Ninguém se importa com eles e suas historinhas chatildas. Tiveram a chance de eliminar três nesse episódio e no fim só uma foi embora. Não se trata de banho de sangue, e sim de paciência.

Aliás, é impagável a sutileza do roteiro ao mostrar Shane se embriagando enquanto estava no banho. Ah, sério que precisava de um megacomputador pra explicar o óbvio sobre os zumbis? Nada melhor que uma tecnologia de ponta movida a combustível fóssil.

Não entendo como alguns veem com espanto a confusão envolvendo os roteiristas da série.

Sofia disse...

Como já disse em outra review:
Achei fraca. A verdade é que estamos caindo na real aos poucos de que TWD não é lá aquelas coisas… Não dá para colocar num patamar de série dramática high level e mtos aceitarão isso agora ou mais tarde inevitavelmente.

Cenas que são mostradas sem propósito, eventos sem conseqüências, coisas jogadas na tela que não são mais mencionadas. Optaram pelo caminho fácil, neutro.

Aposto que a grande maioria das pessoas confabulou centenas de desfechos muito mais interessantes e fantásticos do que foi mostrado,

E quando o público se torna mais capaz de criar boas storylines do que seus respectivos roteiristas é porque a coisa está em queda livre.

O piloto foi um vislumbre de tudo o que poderia ter sido feito majestosamente mas não foi.

Q massa se tivessem colocando o Merle como razão para os zumbis no acampamento e era parte de sua vingança? Em vez de mostrar o personagem do CCD antes já no episodio anterior, poderiam deixar a expectativa da luz e da porta se abrindo e irmos descobrindo juntos com Rick e cia quem era o Jenner.

Imagina o Jenner mantendo a esposa em coma, sedada na esperança de concluir uma cura? Ou imagine se ele precisava de pessoas recém infectadas para continuar em busca da vacina, e pede que um do grupo se voluntarie em prol do bem de todos? E quando ninguem aceita, ele injeta o virus em alguém para revolta geral?
Ou todos voltam a procura de Jim, um recem infectado para ser a cobaia?
Até obriga-los a buscar combustivel para manter o abrigo em troca de teto e comida teria sido melhor.
Ou investir + em flashbacks, adoraria ver mais de como cada um chegou ali, quem perderam, como reagiram ao apocalipse zumbi: Morgan, Andrea, Dale, Glenn…

Em vez disso mostram gente que nao me importo morrendo em uma explosão com efeitos especiais grotescos.
E o unico cliffhanger fica o cochicho de Jenner. Em vez de algo relevante a sobrevivência, acredito que será apenas sobre Lori. Ou ele testou o sangue dela uma gravidez ou então viu nas câmeras o Shane agarrando ela.

Cirilo disse...

É surpreendente como se afastar da premissa do primeiro arco da HQ deixou a serie de TV estranha, até agora não sei se gostei ou não do que vi nesses 6 ep.

Pode ver, a maioria foi só correria... vai para a cidade e volta da cidade, dai zumbis atacam o acampamento,e poem mais correria, acho que o grupo inteiro nunca ficou junto por mais de 2 ep. dai não rola interação nem desenvolvimento!!!


Minha maior decepção foi achar que essa temp. iria se passar só no acampamento, com o final entre Shane, Rick e Carl... Fazer o que, True Blood já vira uma folia agora isso.

A luz ta estragando tudo!Quando aparece nunca é bom sinal

Caio disse...

Eu tenho tantas coisas para falar, e como eu mal comentei nas outras reviews, vai ficar para o post da season finale mesmo...
Eu gostei do episódio, mas ao desligar a televisão e raciocinar o que eu tinha acabado de assistir, odiei. Primeiro: não deixaram nenhum cliffhanger - que me dá aquela sensação de ter assistido uma temporada inteira (por mais que tenha sido curta)e paramos no mesmo lugar. Sim, eu gosto de cliffhangrs. Deve ser o único... hahaha.
Eu nunca li a HQ, nem pretendo, mas eu realmente não sei até quando esse plot vai segurar a nossa atenção. Acho difícil a série se reinventar. A premissa é fechada demais. A série está muito bem produzida, mas eu tenho a sensação de assistir LOST mais uma vez. Pensa, ambas as séries tem como base a sobrevivência de um grupo de pessoas. Só que LOST tinha mistérios e os personagens eram MUITO carismáticos. Quero que alguém se manifeste e me fale: alguém gosta dos personagens de TWD? Eles não criaram nenhuma conexão comigo. O elenco é muito inexpressivo. Não sei o nome da personagem - de tão inútil que era - e vou pela etnia mesmo: aquela negra que decidiu morrer com o cientista, eu vibrei no meu sofá naquela cena. Que atriz ruim, não criou nenhum laço com os telespectadores. E me desculpe AMC, as suas séries são paradas por n motivos... Mas TWD tem que ter ação. Amo de paixão Breaking Bad e Mad Men, mas é outro nível. Estou achando TWD comercial demais, batendo recordes de audiência quando uma série como Boardwalk Empire, que está arrasando na qualidade, foi esquecida pela audiência norte americana. Sim, eu sou do team HBO - também, é outro nível. Espero que TWD melhore na segunda temporada, para mim ela não é o último biscoito do pacote como eu tenho lido em muitos lugares.