quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Glee 2x09: Special Education


Regionais, aí vamos nós!

Sim. Estamos de malas prontas para as competições regionais em Glee, mas alguém achou que isso não ia acontecer? Para começar, esse é o tema central da série e mesmo que tivessem a ideia de fazer o New Directions perder para a galera do asilo, iam encontrar um jeitinho maroto para incluí-lo na competição. Mas, bobagens de roteiro à parte, o que vale mesmo é o episódio fantástico que ganhamos que levantou a história das pessoas no grupo e apresentou números musicais excelentes e muito acima da qualidade do que a série vinha apresentando.

Dessa vez, não precisamos nem de Sue e nem de Clarinha Evil para animar a situação, mas claro, a ausência dessas duas jamais passará incólume por nós. No lugar ganhamos Emma, seus olhos muito arregalados e verdades que precisavam ser ditas. Nesse episódio Emma foi a personificação do público e da crítica. Ela falou tudo o que nós sempre comentamos uns com os outros e colocou o dedo da ferida de Will Schuester. Tudo isso, foi uma boa desculpa para nos tirar da zona de conforto e não digo apenas no episódio, mas na fórmula geral de Glee. O destaque sempre fica em Finn, Rachel, Mercedes ou Kurt e ninguém aqui é contra. Só que é bom ver Santana detonar no palco. Essa menina tem um poder vocal impressionante e eu sempre acho que as músicas dela ficam incríveis.

O que, talvez, possa ter sido meio chato para algumas pessoas (me excluo da lista) foi a dupla de Sam e Quinn. Os dois estão encarando muito bem o perfil do casal açucarado que não agrada a todos, é verdade, mas fez justiça ao maior clássico dos clássicos dos filmes musicais: Dirty Dancing. Eu sou tão fã desse filme, dessa música e daquela dança que cheguei a ter um frio na barriga. Quinn e Sam foram doces, românticos, lindos. Amei a versão e achei uma homenagem ótima e muito necessária, afinal, quem nunca viu aquela bendita cena do salão de dança com Jennifer Grey e Patrick Swayze?

Rachel e Kurt foram brilhantes também. Ótimos em cena, ótimos cantando juntos... Enfim. As duas maiores vozes da série juntas, sem dúvida, numa interpretação muito bonita para Don’t Cry For Me Argentina. Número final com Mercedes e Tina, igualmente bom. Ou seja... Hoje ninguém pode reclamar das músicas de Glee (e nem do resto, tá bom?).

A coisa foi tão boa que eu gostei até dos velhinhos, arrasando tudo com andador e urinol no palco. Os Warblers também mostraram que mandam muito bem nos vocais, embora sejam contidos demais. Engraçado ver Kurt ali no meio sem saber como agir e tentando não mostrar que é espalhafatoso e cheio de vida no palco. Pelo menos já deu pra saber qual será o motivo do retorno dele para o New Directions, não é?

Puck levando uma pelo time, pegando a gordinha e tentando ser um judeu melhor também merece um elogio, assim como a incrível história de intriga e traição de Mike e Britanny, que afinal, conversa com grilos e teve vergonha de contar que perdeu o pente mágico.

E será que é o fim para Rachel e Finn? Piadas idiotas à parte, até que foi bom dar uma balançada nesse casal e abrir novas possibilidades na trama, embora eu ache que a separação não dure muito.

Outra coisa que também vai durar pouco é esse casamento de Emma. Com certeza, foi um dos plots mais aleatórios do episódio e que me trouxe um questionamento: Quanto será que John Stamos está ganhando para sair de sua casa e gravar uma cena de bitoca de 3 segundos? Intrigante. Muito intrigante.

Músicas no episódio:

"Don't Cry for Me Argentina” - Madonna: Rachel (Lea Michele) e Kurt (Chris Colfer)

"The Living Years” - Mike and the Mechanics: The Hipsters

"Hey, Soul Sister” - Train: Dalton Warblers Academy

"The Time Of My Life” - Dirty Dancing: Quinn (Dianna Agron) Sam (Chord Overstreet) e New Directions

"Valerie” - Mark Ronson feat. Amy Winehouse: Santana (Naya Rivera) e New Directions

"Dog Days Are Over” -” Florence and the Machine: Mercedes Jones (Amber Riley) Tina (Jenna Ushkowitz) e New Directions
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

Anna disse...

Gostou mesmo de The Time Of My Life?? Eu achei a versão tão sem graça! Esperava mtt mais de Glee, afinal a música e o filme merecem! Eles podiam ter usado mtts referencias da cena do filme, meio que recriando... iria ser tão sensacional!!

Lais Rios disse...

Sinceramente.. eu nao gostei nada do episodio. Sobre a parte musical, achei o coral de velhinhos muito mais legal do que Barbie e Ken. Sou muito mais um Finnchel!Adoro a Rachel mas vou dizer que gostei de Valerie msm que o que foi realmente divertido foi a parte de Brittany e Mike. Acho que Glee era para ser sobre os "underdogs", mas na sectionals o spotlight foi para Quinn, Sam, Mike, Brittany e Santana que de losers nao tem nada. Rachel e Kurt foram perfeitos em todos os aspectos e tbm gostei do ultimo numero, pois me deu uma ideia de que novidades estao por vir. Ja nao aguento mais ver Will fazendo tudo que a Emma quer. Mas ta bom, estamos juntos com Glee rumo a sectionals, msm passando apenas por um simples empate com os Rouxinois.

adriana2402 disse...

Eu gostei muito das músicas e do foca sair de Finchel.
Uma observação: os meninos do Dalton Academy são contidos por que são um grupo de vocal a capela e se eles se movimentarem/dançarem muito o diafragma não vai aguentar e eles desafinariam, veja que suas vozes são os instrumentos.
Não gostei do Sam cantando, a voz dele sai pelo nariz. Urgh!!!

jorge disse...

eu adorei esse episódio! é um dos melhores da temporada! e adorei qndo cantaram the time of my life... foi MUITO bom

JP disse...

Camis vo te dizer, gostei muito dos episódios, gostei bastante de todas as músicas, mas Valerie e Dog Days Are Over foram excepcionais. E eu achei o episódio bem mais maduro do que na última seletiva aonde o clima era feliz e juvenil, Glee cresceu e nós com eles.

João Paulo C F Longo disse...

Honestamente não daria a vitória pro New Directions. Vocalmente ficou devendo, muito.

Será mesmo que a melhor hora pra se testar novas formações é num concurso valendo classificação?

E eu esperando algo no nível de Don't Rain On My Parade... :(

Anônimo disse...

Minhas musicas favoritas foram dont cry for me argentina e dog days are over! gostei da mudanca...mas nao gostei da versao de time of my life... achei que muito apagadinha... e tb n gostei do solo da santanna...ela canta bem, a musica ficou ok...mas nao teve o impacto necessario para uma competicao...

Lu disse...

A Emma salvou o dia naqueles dois min iniciais. As apresentações do Glee Club estavam um cliche gigante msm! Sem contar q (pra mim) a série sempre melhora quando dá mais espaço para os coadjuvantes, tanto na trama do episódio quanto nos momentos musicais. Não tem nem o q falar do Mike e da Britanny excelentes...e a Santana canta muito.

Qto ao suuuuper aleatório John Stamos...aí aí. Medo dele aparecer pouco agora e depois alguém inventar mais um solo pra ele :S

Nossa, nem lembrava como era falar bem de Glee...fazia tanto tempo. :-D

bjoss

Breno disse...

Gostei muito do episodio, hahahaha mais o melhor de tudo, foi o pente magico.. hahahahaha Artie e Britanny são o melhor casal da serie.. ahahah

Santana, Quin, Sam, Mike, Britanny, Mercedes, e Tina mandaram muito bem na apresentação..

Mas uma coisa e certo, o pessoal fanatico vai sempre reclamar quando não for Finn e Rachal a fazer o dueto, isso é muito chato.
Tem gente falando que a Santana canta mal, por ela ser piriguete. hahahahah muito fanatismo.