terça-feira, 16 de novembro de 2010

One Tree Hill 8x08: Mouthful Of Diamonds



One Tree Hill: oito temporadas ainda surpreendendo o público.

Quem acompanha One Tree Hill sabe que a série sabe dividir muito bem suas temporadas, sempre guardando espaço para o drama e para comédia. Essa semana acredito que vimos a mistura perfeita disso, com os depoimentos sobre o que vem depois e os muitos momentos hilários, proporcionados por Haley, que deu show na palhaçada e na vergonha alheia.

Desde os primeiros episódios ela se tornou minha personagem favorita e isso permanece até hoje, muito provavelmente por momentos assim, onde permitem que a atriz deixe fluir o lado cômico e ridículo, usando tapa-olhos, dentaduras e óculos bizarros. Tudo isso era para animar Jamie e seus novos dentes metálicos, mas nem preciso comentar sobre a qualidade de atuação piadística desse menino, porque ele é sensacional.

Confesso que, de tudo, o que menos gosto são as tramas da gravadora. A Red Bedroom, a meu ver, é tão lucrativa e rentável quanto a Clothes Over Bros. A loja vivia vazia e na gravadora só existe Haley, a desocupada da Mia e o piano solitário. Amo a trilha sonora da série, mas essas constantes descobertas de talentos me irritam um pouquinho. Nada preocupante.

Outra que estava no clima do humor agressivo era Brooke. Impossível não amar a briga dela com a sogra e a lembrança dos balões de água. Mandaram muito bem nessa. A jornada profissional de Nathan também vale a pena e é muito necessária, afinal, até ontem ele só tinha jogado basquete na vida e mais nada.

Todo o “drama” no bar da Tric continua aleatório, mas engraçado. Mouth só chora miséria e Chase quase, quase, quase revelou sua escolhida. Pra mim, sinceramente, não faz diferença e ele pode namorar uma vassoura que não me faz nenhuma diferença.

Tenho sentido falta de Quinn e suas peripécias, mas Clay interagindo com a lata de sopa foi algo épico. O problema é que aí eu fiquei com uma duvida. Clay não pode abrir latas e não pode bater punheta (ele quem disse isso semana passada), mas pode dirigir sem problemas? Quer dizer? Alguém me explica?
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Wellington Laurindo disse...

Ótimo, Camis! KKKKKK

Klaus Roger' disse...

"O problema é que aí eu fiquei com uma duvida. Clay não pode abrir latas e não pode bater punheta (ele quem disse isso semana passada), mas pode dirigir sem problemas? Quer dizer? Alguém me explica?"

ri oceanos... pensei a mesma coisa tipo : WFIT? ?????

e aquele carro nem tem cara de marcha automática ...