quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Glee 2x01: Audition


Novos personagens, novas músicas, novas vozes... A boa e velha Glee.

Depois de uma primeira temporada que agregou uma legião de fãs, Glee retorna cheia de novidades e com a responsabilidade de fazer, no mínimo, o mesmo sucesso do ano passado. Esse é, sem dúvida, um grande desafio, já que os Gleeks passaram longos meses nutrindo imensa expectativa e eu me incluo nessa.

Já começo dizendo que achei essa Season Premiere divertidíssima, especialmente por causa de Sue e Shue, uma duplinha terrível, que mostrou incrível potencial. De forma geral, o episódio todo foi bom, desde as entrevistas ótimas para o blog sensacionalista e anti-Glee do esquisito Jacob, até a cena final, com Rachel mostrando porque é a diva da série.

Achei que sentiria falta de ver aquele figurino tão lindo do sex symbol Ken Tanaka, mas até que a coach Beiste (Dot Jones) deu para o gasto. Aliás, desconfio que usaram o mesmo guarda-roupas e só faltou a pochete. E antes que alguém pergunte, sim, ela é mulher mesmo, gente. O interessante na personagem está nessa dualidade de vermos uma treinadora de futebol americano tão truculenta quanto um homem poderia ser, passando batom antes de começar o trabalho. Isso, sem falar que, por causa dela, vimos o que parecia impossível: Sue e Shue, unidos. Foi bom enquanto durou e eu queria até que tivesse sido mais. Porém, todos sabemos que Will não faz o estilo bad boy e Sue jamais daria o braço a torcer sem entregar antes um pratinho com cookies de cocô. Resta torcer para que, um dia, os dois trabalhem juntos novamente, como dois super heróis disfuncionais.

Entre os alunos novatos, Sunshine Corazon (Charice), a maior (embora menor) ameaça que Rachel já enfrentou. Não sei vocês, mas fiquei chocada em ver uma menina daquele tamanico soltar um vozeirão. Nem parecia de verdade. Lógico que, se até eu assustei, Rachel não ia deixar por menos. Ao que tudo indica veremos Sunshine de vez em quando, mas do lado concorrente, no Vocal Adrenaline, que tem novo diretor. Esse detalhe me fez pensar que provavelmente esqueçam a história da mãe de Rachel e da adoção do bebê de Quinn, algo que muita gente gostaria de ver indo em frente na série.

O outro novo cantor é Sam Evans (Chord Overstreet), que já começa numa cena de banheiro muito significativa com Finn. Porém, o melhor momento veio mesmo de Puck, que falou por mim ao exclamar: Que boca imensa! Senti que Glee soube fazer a piada que todos nós faríamos, porque é impossível não ter medo daquela bocarra.

E já que o ano escolar está só no início, os problemas também. O Glee continua ameaçado (chamem o Chapolin Colorado!) e precisa desesperadamente de um 11º membro para continuar funcionando.

As Cheerios também perderam território e foram aterrorizadas pela tentativa de Finn em fazer parte da equipe. Quinn e Santana trocam sopapos, mas quem se destaca como sempre, é a brilhante Britanny. Impossível não morrer de rir ao vê-la mostrar na boneca onde teria sido bolinada pela coach Beiste.

Rachel continua fazendo o que Rachel faz, assim como Mercedes e Kurt. A novidade é ver Tina e Mike namorando, num caso tórrido que começa num acampamento para asiáticos. Como se pode ver, Glee continua zombando de tudo e fazendo humor com pequenos detalhes.

No quesito musical, tudo vai bem, mas continuo querendo ver mais de Tina, Santana, Britanny e Cia. Pelo menos Artie está ganhando mais espaço. Para mim, é como se esses estreantes tivessem tido, em apenas um episódio, mais falas e mais canções do que eles, que são veteranos, mas a temporada está apenas começando e semana que vem todos os personagens vão raspar a cabeça, porque o episódio será só com canções de Britney, Bitch.

Músicas no episódio:

Empire State of Mind - Jay-Z and Alicia Keys(New Directions)

Telephone - Lady Gaga feat. Beyoncé (Rachel Berry and Sunshine Corazon)

Billionaire - Travie McCoy feat. Bruno Mars (Sam Evans with New Directions)

Listen - Dreamgirls ( Sunshine Corazon)

What I Did for Love - A Chorus Line ( Rachel Berry )
Comentários
10 Comentários

10 comentários:

darlan disse...

Vou assistir agora o episódio com ótimas expectativas.

Lais disse...

ah, tbm foi boa a piadinha do cabelo bieber. adoro a Rachel, ela é mt perfeita, ate nos defeitinhos :)

brittany rocks! adorei a nova treinadora e a quinn vai voltar a ser a mesma de antes usando novamente o uniforme das cheerios.

adorei o episodio e como sempre muito anciosa pro resto da temporada.

Bruno disse...

Pra mim o melhor momento do episódio desta vez vai, incrivelmente para Rachel, mostrando seu entendimento sobre os outros e sua capacidade de compreender diferente culturas ela vai interpelas Sunshine e solta: "Precisamos de novos membros para o Glee Club. Novas pessoas para ficarem balançando atrás de mim enqnt eu faço os solos." ou algo assim.

E não esqueçamos da perola da Brittany do dia: "Disseram que eu viaje neste verão, mas na verdade eu estava perdida nos esgotos".

E que venha Glee!

jorge! disse...

episódio mto bom! adorei!

jorge disse...

o mais legal foi o mike chang incorporando a gazela purpurina pura qndo eles estavam cantando Billionaire

Vânia disse...

Gostei dessa season premiere bem divertida.
Engraçado a Rachel surpresa qdo a Shunshine começou a cantar no banheiro, sentiu na hora a ameaça. Ah detalhe pra mochila da Hello Kitty...
Tbm gostei, é claro, da brilhante participação da Britanny, que ficou perdida no esgoto.

João Paulo C F Longo disse...

As entrevistas do Jacob nos primeiros minutos foram o TOP do episódio. Quase tive um treco quando ele disse pro Shue parar de fazer rap :) Inúmeras as sacadas e tiradas, como o do AutoTune. Isso sim é Ryan Murphy. Condensou todas as criticas em poucos minutos e palavras. "músicas do iPod de um drag queen" rsrs

Infelizmente senti que tudo voltou a estaca zero. O auê criado com os novos personagens foi sem motivo. A Sunshine já foi embora e o Finn 2.0 Sam veio substituir Matt, o personagem de uma fala. Brad, o pianista, teve mais destaque que ele. Grave.

Sorte que nessa temporada teremos as nacionais, o que vai acelerar as coisas. É esperar que agora a temporada não tenha buracos e histórias sem continuidade como a anterior.

Enfim, gosto de Glee pelo nonense e nesse episódio não faltou. Que venha Britney Bitch!

Marcus disse...

Também gostei do episódio,nada memorável, mas divertido. Gostei do início, com o vídeo do garoto do blog, gostei da briga entre Quinn e Santana e principalmente, gostei de Will e Sue juntos e rindo da nova técnica. Eles sempre roubam a cena.

Só a parte musical achei que deixou um pouco a desejar, e o playback usado nos novos personagens foi descarado demais, fiquei um pouco incomodado com a mudança brusca de voz.

Tiago Brito disse...

gostei bastante desse retorno de glee... achei super engraçado...gostei mais dessa premiere do que o piloto #prontofalei

Léia disse...

Talvez eu esteja de muita má vontade com Glee, mas me pareceu tudo igual...curti a entrevista do início do episódio e acho q eles sempre mandam MTO BEM nas músicas, mas é só =/.
Amei as duas novas?! vozes.