sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Friday Night Lights 4x01: East of Dillon


Parece que eu era Panthers desde criancinha, mas agora, isso está prestes a mudar. Friday Night Lights começa sua 4ª temporada literalmente, zerando o placar. É praticamente tudo novo e os Lions chegaram para nos conquistar.


A impressão que eu tenho, depois da minha maratona da série, é que a 3ª temporada serviu para aparar as arestas deixadas pela 2ª e preparar o terreno para o que estamos prestes a ver. E a aposta dos roteiristas e produtores é certa. Eles vão nos mostrar como se constrói um time de sucesso sem dinheiro, sem recursos, sem apoio da torcida, sem treinadores, sem campo apropriado e até mesmo sem jogadores capacitados. No entanto, é bom que nenhum de nós se engane. Os Lions, novo time de Eric Taylor, podem não ter nada do que já falei, mas garra e coração são elementos que não vão faltar.

Antes de falar do episódio em si, vou começar a construir minha lista de coisas que sentirei falta. Confesso que sempre tive a maior simpatia por Lyla e Tyra e não gostei do episódio sem elas, embora eu admita que elas não cabem mais dentro da série. Não entendi, ainda, porque apostar tanto no romance de Lyla e Tim Riggins se era para trazê-lo de volta à vida desregrada, de bebidas e mulheres de uma noite só. Quer dizer então que, em alguns meses, aquele amor morreu e é como se nunca tivesse existido? Soou estranho ver Tim em mais uma temporada, sem o apelo romântico com Lyla, mas eu entendo que o personagem é mesmo o queridinho das meninas e não poderia ficar de fora. Tim está de volta a Dillon, após largar a faculdade e, para variar, não tem um propósito na vida. Ele também não cabe mais com Billy, que está casado com Mindy e vai ser papai em breve. Tim não é mais estrela do futebol, não tem emprego e não tem nada, para resumir mais simplesmente. Posso até estar enganada com isso, mas acredito que ele vá se tornar um treinador dos Lions, afinal, na temporada passada ele mostrou que tem muito potencial para isso, em suas conversas com o insuportável JD.

Nunca gostei desse garoto. Achava o personagem boçal e insosso. Agora, odeio mais ainda. JD é novo Smash, mas sem um pingo de carisma e bom humor. Espero que seja esmagado em campo e humilhado publicamente. Sim, eu sei que é só ficção, mas desenvolvi com Friday Night Lights um sentimento parecido com o daquelas velhinhas que batem nos atores que fazem papel de vilão da novela. Eu quero matar JD e quero matar Joe McCoy.

Tive uma imensa decepção também, ao ver Matt de entregador de pizza. Porque diabos esse cara não foi pra faculdade? Porém, pela contagem de episódios, já sei que o personagem dura só mais uns 3 ou 4 episódios nessa temporada. Espero que tenha um final decente. Julie, quem diria, começou bem o ano, tomando uma atitude adulta e correta. Ao ver a tremenda confusão que a divisão de Dillon em duas escolas acaba de causar, ela decide ir para East Dillon High, contrariando os pais. Por mais que Tami queira fingir que não, existe um abismo entre as duas escolas e só um milagre pode recuperar o lado pobre da cidade. A novidade é que Landry também está por lá e é o único jogador dos Lions que conhecemos. Os demais são inexperientes, desajustados, egocêntricos, descomprometidos e inúteis. Mas um belo esbrega de Eric Taylor diminui o número pela metade. Só fica quem está interessado em trabalhar, como Vince, que precisa andar na linha ou pode parar no reformatório.

Como era de se prever, o primeiro jogo dos Lions não parece nada com o jogo dos Panthers. Sem público, sem festa, sem show. Um fiasco no campo, jogadores machucados e levados ao limite. Tanto que Eric Taylor precisa tomar uma das decisões mais dolorosas de sua carreira e entregar o jogo ao adversário antes do final.

Só por isso, vocês já podem prever que veremos um homem obstinado transformar os Lions em um milagre do esporte. Ninguém pode duvidar que isso vai ser bom e, caso não seja, ver Buddy Garrity perdido no campo dos Panthers, correndo atrás do carrinho de golfe do treinador Wade, parecendo uma pata choca, já valeu, para mim, toda a temporada.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Rodolfo disse...

Eu fiquei muito feliz quando vi que você estava fazendo reviews de FNL. Vai ser ótima ter mais um bom review para ler após o um episódio.

Eu como você também vi FNL em um maratona e a cada episódio fiquei mais viciado.

Camis disse...

Valeu Rodolfo. Com certeza foi o meu primeiro bom vício adquirido em 2010!

Breno disse...

Comecei a assistir a 4 temp. de FNL so agora, mais posso falar que sempre gostei da serie.
Quis comentar aki tamanha é a antipatia e raiva que sinto por esse JD, nunca fiquei tao loco de raiva com um personagem... meu que cara chata.
to sempre por aki Camis,parabens...

Go Lions...