quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Gossip Girl 3x11: The Treasure of Serena Madre

Aproveitando o clima de Thanksgiving, vou agradecer pela graça alcançada. Fiquem com meu sincero " muito obrigada", pelo primeiro episódio bom de Gossip Girl.
Parece mentira, mas não é. Acho que, pela primeira vez nessa temporada, não vou falar mal de nada. Foi interessante ver como a volta do clima de fofoca realmente apimentou a trama, o que deixou até um gostinho de quero mais, no final. Me diz aí, quem é que não ficou curioso com o que está escrito naquela do pai da Serena, que a Lily teve o cuidado de esconder em um cofre? Impossível não querer saber, embora eu acredite que qualquer expectativa nossa possa gerar uma imensa decepção. Aliás, repararam como não precisa apelar para fazer um episódio bacana? Não teve beijo gay, 3 some e nem cantora famosa e talvez, esse seja o motivo de, pela primeira vez, Gossip Girl ter cumprido seu papel. Também não quero elogiar muito ou dar um mérito exagerado. Foi sim, uma sensível melhora, mas vamos esperar pelo que vem por aí antes de acreditar numa mudança para melhor.
Então, aproveitando o mote de 99,9% dos seriados americanos, Gossip Girl também aposta no Thanksgiving, no que eu espero que tenha sido o último episódio de 2009 com esse tema. Como tradicionalmente faz, Rufus quer organizar um jantar em família, mas nem poderia esperar pela quantidade de barraco que se armou nessa festa que tinha a pretensão de ser chique. Todos os rolinhos paralelos explodiram ali e adorei ver todo mundo abandonando a mesa ou brigando ali mesmo, na frente do peru meio queimado, na minha opinião.
A começar por Dan e sua nova paixonite por Vanessa. Aquela cara dele, imitando um peixe morto é o que há. Interpretação única de amor num olhar perdido. Aliás, a nova e bizarra cara de Dan deixa Vanessa curiosa. A atenção dela só é desviada por sua mãe, Gabriella, que continua afirmando ser pobre e adepta de serviços comunitário, que faz sempre vestida como uma rainha africana. A briga entre é mãe e filha não é novidade e consiste no mesmo trololó da última vez. Vanessa quer atenção, mas Gabriella prefere servir sopão para os pobres. Aliás, essa é outra balea já que nossa rainha africana gosta mesmo é do luxo dos jantares e recepções de Manhattan.
Com a intervenção de Dan, as duas fazem as pazes e até mesmo Gabriella, que conhece mais os mendigos do que a própria filha, pode dizer que Dan está apaixonado.
Serena e sua imensa pretensão ao cargo de Monica Lewinsky New Generation, foram um dos principais focos do episódio. O agarramento com Tripp no elevador foi coisa de amadora, já que Serena está tão acostumada a lidar com escândalos. O mínimo era pensar que aquilo estava sendo filmado e durante a cena, previ o desfecho que se deu, porém, na minha versão o escândalo prevalecia. Adorei que Lily convidou Tripp e a esposa para o feriado. Foi aquele climão de "é você a vagabunda que está tentando roubar meu macho"?. Lindo de ver. Claro que Nate, nosso homem-samambaia com dor de cotovelo, se meteu e acabou mostrando para a esposa de Tripp o vídeo do elevador. A roupa suja foi lavada ali na mesa mesmo, e não teve torta de abóbora que acalmasse a situação. Foi irônico também, ver Lily, que já arrumou marido até em sorteio de bingo, repreender Serena por ter um caso com o congressista casado. Pelo menos, achei o conselho dela válido e verdadeiro, afinal, a probabilidade de algo assim dar certo é quase nula. Mas, se Serena resolve desistir de Tripp, logo depois muda de ideia. Refaz a amizade com Blair, que agora até a incentiva a fugir com seu amor e, portanto, Serena foge com Tripp para sabe-se lá onde. Nate, que resolveu dar uma príncipe encantado, foi largado na calçada, com cara de mamão e apenas Chuck para consolá-lo.
Gostei ainda, muitíssimo, da gravidez de Dorota. Estava na hora de darem uma função a mais para a empregada de Blair que, convenhamos, é uma das pessoas mais simpáticas do elenco, mesmo não aparecendo muito. Blair ficando desesperada por ter um novo irmãozinho foi meio patético. Na verdade, totalmente patético. Ela se agarra a pequenas coisas e faz birra que nem criancinha que quer mais bala.
A guerra entre Eric e Jenny é outra coisa que promete esquentar, especialmente agora que ela já sabe que foi ele a sabotá-la no baile de debutantes. Eric, inclusive, se tornou uma pessoa maligna e tive medo do modo como ele comeu aquele pedaço de torta, após dar as ordens de andamento de seu plano.
O mistério de Lily, óbvio, deve ter algo a ver com o pai de Serena. O pobre Rufus pode estar levando chifre, hein? Cece só aparece no Thanksgiving para 'causar'. Estou pra ver uma velha fuxiqueira e maldosa como ela, que tenta manipular a situação toda e nem entendi o porquê. Agora, o mais legal é que a carta de papai Van der Woodsen caiu nas mãos, ou melhor, no bolso da esposa de Tripp, que é outra do clubinho da maldade. Memorável aquele sorriso de bruxa que ela deu no elevador, no encerramento do episódio.
Dessa vez, resolvi comentar ainda dois modelitos: o melhor e o pior do episódio. O mais lindo de todos, era o de Blair, vestidinho moderno e gracioso, que ficou lindo com a meia calça. Agora, o erro mor foi Serena e aquela roupa preta grudada, igual à mulher gato. Os homens podem até gostar, mas falando em termos de moda e caimento, achei péssimo. A roupa, pelo menos dessa vez, não era repetição do modelito da semana passada em One Tree Hill, como já vimos acontecer. Sinal de que, se Nosso Senhora da Boa Série permitir, Gossip Girl pode melhorar daqui para a frente.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Leo disse...

Eu sempre mimijo com a mãe da Vanessa porque, tipo, a mulher é contra instituições de ensino, contra feriados e contra o bom senso em qualquer situação, como não amar?
Certeza que a Lily ficou viajando por vários lugares do mundo pra impedir que o psycho Derek, aka "pai da Serena madre" entrasse em contato com ela, gerando toda aquela baboseira da Serena no cavalo pra chamar a atenção do doutor.
Estou DESESPERADO pela versão de Hide And Seek que tocou no jantar (e eu pensando que Serena ia matar alguém ali mesmo), quem achar por favor me indique o caminho da luz!

Marília disse...

A musica chama "Watcha say" e é do Jason Derulo Ft. Imogen Heap!!!!