sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Being Erica 2x05: Yes We Can

Alguns episódios de Being Erica são simplesmente fantásticos e não tem como explicar com palavras. Quem acompanha a produção canadense, assim como eu, sabe o que quero dizer. Não existe um adjetivo que se encaixe, é apenas brilhante, sem, ainda assim, fazer justiça à realidade da série.

Uma das coisas que eu adoro é essa liberdade que existe. Eles podem fazer qualquer brincadeira de roteiro, qualquer maluquice. O enredo permite e é isso que faz Being Erica ser uma das séries com as quais eu mais me identifico. Já disse isso aqui no blog, mas repito. Não conheço ninguém que veja e não sinta que tem uma partezinha de Erica em si, seja homem ou mulher.

É apostando no desejo de todos nós em viver a vida sem consequências e sem regras que esse episódio fantástico se baseia. Quando a vida normal cansa e tudo parece muito preso às regras e moralidades, Dr.Tom dá um presente para Erica: um dia livre, onde ela pode fazer e dizer o que quiser, porque tudo vai voltar a ser exatamente como ela deixou no momento em que aceitou a experiência. Fiquei doida por um dia assim também, confesso.

Então, Erica deixa Ethan no Clube do Sexo e viaja de volta para sua manhã. Briga com o pufe, o destrói, diz para Ethan que vai sim, continuar amiga de Kai, faz sexo com ele e parte para o dia de loucuras. Dança em praça pública, age feito doida e vai atrás de Kai, o único que seria capaz de aproveitar esse dia com ela. Roubam carro, dirigem inconsequentes e Erica aproveita para passar no trabalho e dizer umas verdades para Julianne, o escritor mala do "O segredo do Amanhã" e, completando, um apertão na bunda do colega de trabalho, que ela vinha secando há tempos.

Depois, ela fala umas verdades par o cunhado, arruma outra briga com a irmã, deixa Ethan puto por ter passado o dia com Kai e termina a aventura fugindo da polícia e beijando seu parceiro de crime.

Erica descobre que não há nada que se faça sem gerar consequências e que muito deve ser considerado antes de uma decisão precipitada. Dr.Tom estava especialmente provocativo no episódio, forçando Erica a pensar e enxergar as coisas com mais clareza.

Depois de tudo, ela volta ao Clube de Sexo e vai para casa com Ethan, disposta a mudar certas coisas. A amizade com Kai acaba sendo deixada de lado, mesmo depois de eles dividirem certas coisas que somente dois pacientes dessa terapia poderiam dividir. Se esse é o preço a pagar para ser feliz com Ethan, Erica está disposta a pagar. A grande pergunta nesse momento é: até quando?
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Enjoyit disse...

Realmente cada um de nós que assisti essa serie tão divertida, tem um pouquinho de Erica, esse episódio é um dos meus favoritos da 2ª temporada, me diverti muito e cada episódio q passa quero saber mais quem é o Doutor Tom.

Leo disse...

Acho que esse foi meu episódio favorito dessa temporada e realmente o que teve o "tema" mais profundo, apesar de que tem outros igualmente geniais pela frente. No geral, os meus preferidos foram os que fugiram da fórmula.

jjlle disse...

Foi ótimo. E o Kai é bem legal. Mais q o Ethan.