quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Drop Dead Diva 1x01: Pilot


"Coisas gordas não deveriam acontecer com gente magra". Em Drop Dead Diva, série nova do canal Lifetime, é exatamente isso o que acontece e o que cruza as vidas (e mortes) de dois opostos. De um lado, Deb (Brooke D'Orsay). Modelo, magra, linda e loira. O estereótipo dos estereótipos, a futilidade em pessoa. Tem lá sua vidinha cor-de-rosa com o namorado, Grayson (Jackson Hurst) e está prestes a fazer uma entrevista para virar demonstradora de programa de auditório. Do outro lado, Jane (Brooke Elliott). Gordinha, advogada workaholic, fã de livros de auto-ajuda e super inteligente. A vida de Jane se resume ao escritório, alguns donuts e ao trabalho e não sobra muita coisa fora isso. Aliás, outro big fat estereótipo, se me permitem o trocadilho.

Mas, uma fatalidade vai unir o espírito de uma e o corpitcho da outra. Deb, morre num acidente de carro enquanto checava o look no retrovisor. Jane leva um tiro no escritório de advocacia onde trabalha, ao se jogar na frente do chefe e de um marido corno muito bravo que queria fazer justiça.


Quando Deb chega aos portões do céu, não encontra as tão esperadas nuvens, mas escadas rolantes e Fred (Ben Feldman), que explica que ela é tão focada em si mesma que não fez nada de bom nem de ruim, é apenas superficial. Como o aviso em cima da mesa lembra que os superficiais podem voltar, Deb aperta um botão e revive no corpo de Jane. Além de muitos quilos a mais, ela leva de brinde um QI avançado e o gosto peculiar por doces e guloseimas. Vale lembrar que a transformação da atriz Brooke Elliot é muito boa. Ela incorpora trejeitos, expressões e o jeito de falar da colega homônima Brooke D'Orsay. Tanto que você automaticamente passa a ver Deb ali.


Em pouco tempo, ela precisa se acostumar a nova forma física e com a perda da antiga vida, assumindo sua nova identidade. Ela vai se transformar de modelo em advogada, esquecer velhos hábitos e segurar a língua sobre o que realmente está acontecendo. Fred, que acabou rebaixado ao posto de anjo da guarda, vai ajudá-la na nova vida e tentar evitar que tudo seja um desastre. No entanto, verdade seja dita, a união de Jane e Debacaba fazendo um ser humano melhor já que une as qualidades das duas e os maiores defeitos começam a se anular.


A nova Jane vai ter de lidar ainda com Grayson trabalhando perto dela. Ironia do destino ou não, dias antes a antiga Jane o havia indicado para um trabalho na firma de advocacia. Tudo leva a crer que ela vai querer conquistar o amor de sua vida em sua nova forma física, especialmente por que Kim (Kate Levering) sua rival no trabalho, promete ser também sua rival na corrida pelas atenções de Grayson.

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

ColetivoCultural disse...

eu adorei essa série!

Anônimo disse...

Esta figurinha ae, eh linda...que simpatia de pessoa...cativante, eu sou suspeito,pois admiro mulheres trufadas...

Edu Magalhães

Vanessa disse...

Vi a série e adorei!
Achei que fosse assistir a mais uma série bobinha, mas acabei torcendo pelas duas, que agora são só uma!
Será que o Graysson se apaixona por elas?