quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Glee 2x10: A Very Glee Christmas




Já é Natal em Glee!

O Natal está chegando, mas em Glee, a comemoração é antecipada. Árvores montadas, meia em cima da lareira, Papai Noel, rabanada e muitas músicas fazem parte desse verdadeiro presente que ganhamos essa semana.

Já deu para notar que não vou dar uma Grinch e detonar o episódio, não é mesmo? Aliás, eu nem poderia fazer isso por que Glee simplesmente acertou nesse especial que tem muito da inocência e do espírito natalino, mas que também está aí para fazer girar a roda do capitalismo vendendo milhares de CDs com canções especiais para a data.

Deixando isso de lado, quero mesmo elogiar a iniciativa. Foi um dos episódios de Natal mais bonitos a que já assisti e adorei o abuso de clichês. Não poderiam escolher melhor representante do que Britanny para encarnar essa crença no Papai Noel. Lembra de quando você também acreditava na magia? Eu não sei mais exatamente quando foi que isso acabou pra mim, mas Glee conseguiu trazer de volta um pouco daquela expectativa da infância.

O mais legal foi ver todos unidos para manter vivo o sonho de Britanny. A cena do pessoal sentando no colo do bom velhinho foi ótima. Mercedes e Santana destruindo tudo com seus comentários sobre fast food e “drops”. Fiquei realmente impressionada com o olhar maravilhado de Britanny. Ela parecia mesmo uma criança, fazendo perguntas que só alguém com cinco anos de idade faria e aceitando as respostas da mesma forma. Por outro lado, preciso destacar uma fala sensacional dela, imbuída de preocupações trabalhistas. Quase morri aqui quando ela disparou “Posso ser honesta? Eu não entendo a diferença entre um elfo e um escravo”. Gênia!

Mas o episódio não foi só de Britanny. Sue Sylvester também merece nosso destaque pelo esforço de se pintar de verde para virar o Grinch. Clarinha Evil de rena não deixou por menos e encarnou, mais uma vez, toda a maldade necessária para ajudar Sue a destruir o Natal do New Directions. O mais engraçado é que foi justamente a cena delas - ouvindo a música do coral e percebendo que haja o que houver, o Natal sempre chega - uma das mais bonitas e sinceras do episódio. Mais tarde, Sue detonou mais uma vez e tive uma síncope de risos ao ver que Will Schuester ganhou uma máquina para cortar seus cachos, de presente. Isso, sem esquecer de mencionar o memorável diálogo entre eles. “Sue, achei que você odiasse feriados”. “Não, eu só odeio você”. Quem fala o que quer ouve o que não quer, já dizia o ditado.

Tivemos ainda a continuação do drama entre Rachel e Finn, que acabou rendendo uma das boas canções do episódio. Minha favorita, no entanto, ficou por conta de Kurt e Blaine, num número muito bacana e cheio de romantismo. Cá entre nós, não sou exatamente uma fã de músicas festivas e por isso, não fiquei maravilhada com essa parte. Inclusive, preciso comentar que ouvi praticamente todas as canções que estão no CD, mas ficaram de fora e acho absurdo que Glee tenha produzido justamente uma versão tão boa de Jingle Bell e deixado esse clássico de fora. Para quem quiser conferir, deixarei o link no final do post.

Ainda no assunto do CD, vou dizer que a música “You're a Mean One, Mr. Grinch” (K.D. Lang and Matthew Morrison) não é a mesma que aparece no episódio. Quero dizer, até é, mas quem for ouvir a versão completa vai perceber que a voz feminina é diferente. Creio que no episódio a canção é entoada pela Coach Bestie, mas pode ser apenas impressão minha. Fato é que estou comentando isso aqui apenas como curiosidade, já que a musica sequer é creditada oficialmente, como vocês podem conferir na lista aí em baixo.

Falando em Coach Bestie, creio que ela saiu um belo Papai Noel. Mais uma vez, a história dela me comoveu e achei a cena com Britanny absolutamente tocante. Uma coisa é certa: Glee tem tipos humanos muito ricos para explorar e, embora não use isso com maestria o tempo todo, algumas vezes consegue emocionar de forma simples.

Antes de ir, já aviso a todos que esse foi o último episódio de Glee em 2010. Nos encontramos por aqui agora só em 6 de fevereiro, mas fiquem com a versão de Jingle Bells: http://www.youtube.com/watch?v=mc43qYpGugs&feature=related

Merry Gleexmas!

Músicas no episódio:

"We Need A Little Christmas" - Johnny Mathis: Mercedes e New Directions

"Last Christmas" - George Michael: Rachel, Finn e New Directions

"Baby It's Could Outside" - Ella Fitzgerald feat. Louis Armstrong: Kurt e Blaine

"Merry Christmas, Darling" - Karen Carpenter: Rachel

"Welcome Christmas" - TBA: New Directions
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

Anônimo disse...

Outra coisa é que, no cd, "Welcome Christmas" a primeira musica do episódio é cantada pelo Kurt, sendo que no episódio ela é cantada pela Quinn, pelo fato dele ter ido para os Warblers.

Episódio muito bom. :)

João Paulo C F Longo disse...

Como dizem algumas criaturas da internet, sou do team Grinch. Vou pedir ao Papai Noel que essa história da Rachel e Finn termine pra nunca mais voltar. O episódio teria sido muito superior sem essa dupla. O sorriso torto do Finn me dá náusea.

O resto foi muito bom, principalmente por explorar personagens tão interessantes, o que torna ainda mais questionável a insistência em trazer convidados especiais/especialmente chatos.

Não posso deixar de elogiar os vários detalhes e tiradas do roteiro, uma melhor que a outra."Ganhei tantos fornos que poderia cozinhar um mendigo inteiro".

P.S.: Porque deixaram Welcome Christmas fora do CD? Shame on you Fox...

Renato disse...

Pra mim foi o pior episódio de Glee até hoje. Talvez por ter tido muita musica natalina (é como essas musica conseguem ser chatas, mesmo cantadas pelo glee team, mas vamo la ne), o espaço pra trama acontecer foi pouco, e mesmo assim eles tentaram fazer varias palareras, a aparição do Kurt mesmo, do nada, so pra cantar (msm sendo essa musica uma das melhors do epi), achei mt forçado... mas enfim.
Pra um último episódio do ano, onde vamos ficar na espectatva durante quase um mês, ficou mt à desejar

jorge disse...

gostei bastante do episódio. fiquei com aquele sentimento de fofura o tempo todo. só eu quis abraçar a britanny o tempo todo?

Marcus disse...

Eu geralmente tenho um pé atrás com essa série, mas ultimamente eles vem acertando e esse episódio foi lindo!
Adorei o milagre de Natal promovido pela Beiste, a Brittany pagando de ingênua de novo e o Artie andando, fofo demais.

E a Sue de Grinch foi demaaaaais! Adorei essa referência.

Até o Finn e a Rachel foram bonitinhos, nada daquele vai-e-volta sem fim, esse término dos dois já está com um pé na realidade e não como costuma ser nessa série. Glee anda surpreendendo ultimamente.