sábado, 27 de novembro de 2010

Being Erica 3x10: The Tribe Has Spoken


Ilhas desertas, metáforas, feijoada e Minas Gerais. Sim. Esse foi mais um episódio de Being Erica.

Vou começar falando do Brasil porque não me contenho. Acho que é moda ou algo assim, mas fato é que essa já é a 3ª ou 4ª vez que mencionam alguma coisa daqui em Being Erica. Dessa vez, foi Lênin, que já morou em Minas Gerais, fez caipirinha para Sam e ainda brigou com ela sobre sua nova viagem ao Brasil enquanto preparada feijoada com farofa e tudo. Ou seja... Não sei o que isso quer dizer, mas eu fico feliz com a citação, correta, diga-se de passagem, de elementos da nossa cultura. Tudo isso só me faz gostar mais desse casalzinho bobo que é Lênin e Sam, porque afinal, essa moça sofreu com aquele marido trolha e merece ser bem tratada pelo Power Ranger.

Agora, a parte principal mesmo foram os desafios de Erica. De certa forma, também os desafios de Adam e ainda, Dr. Tom meio que bancando um cupido. Toda a situação na ilha, fazendo mesmo referência a Survivor, como o título do episódio já deixa claro, foi mesmo uma bela metáfora para a vida desses dois. Erica enfrenta desafios profissionais e Adam se sente preso ao que viu durante uma das sessões de terapia.

Confesso que fiquei com raiva da moça da limonada, cujo nome esqueci de propósito. Já tenho essa ideia de Erica e Adam como um casal (demorou, mas vejam só) e fiquei louca com a outra oferecendo “seus limões” para ele” fazer a limonada”. O caso é que Dr.Tom é esperto e sabe muito bem que Adam está brochando porque já existe um sentimento que o prende à Erica. Com a aparição da moça da limonada tudo se complica e aí, as coisas poderiam ser completamente diferentes. Aliás, essa é a lição. Adam não precisa se prender ao que viu e ao confortável, pois, quem sabe, há alguma outra vida interessante esperando por ele, basta arriscar e ver no que dá. O grande lance é que, saibam desde já, se um dia resolverem se livrar de Adam assim como fizeram com Ethan, a moça da limonada é uma bela desculpa. Esperem para ver.

O mesmo ensinamento que Adam recebeu, vale para Erica profissionalmente, mas não sei se eu teria o sangue frio dela em dispensar aquela oportunidade. Provavelmente não. Mas eis que Brent surge e justamente ele é quem traz uma solução. Às vezes, na vida, as coisas acontecem assim e a resposta aparece de onde a gente menos espera. É claro que isso é uma série e, portanto, arriscar como Erica faz é muito mais fácil, mas não nos custa, numa próxima vez em que a dúvida surgir, pensar em arriscar um pouco mais do que faríamos normalmente.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Vânia disse...

Verdade Camis não é a primeira vez que citam o Brasil na série, bem que o Lenin poderia ter vindo pra cá, ia passar a tesoura naquele cabelo dele. Gostei bastante da metáfora do Dr. Tom que funcionou para dos dois, fazendo Adam assumir seu sentimento e Erica não abandonar a 50/50 pela proposta de trabalho(e que proposta).
E ainda bem que Brent apareceu com aquele manuscrito, pq seria vergonha alheia editar um livro para gatos...kkkk.

Vania disse...

Se a Camis me permitir comentar, em uma das comunidades do orkut estão fazendo a legenda dos episódios atuais.

Mari Bisonti disse...

Eu tô adorando essas referências ao Brasil. Eles podiam é vir gravar umas cenas aqui..Quem sabe na temporada que vem (se houver uma, dedinhos cruzados), Erica não vem visitar Cassidy nos Jardins..hahaha

Eu jamais teria essa coragem de Erica,há uma temporada atrás ela mesma não teria, isso mostra o quanto a personagem evoluiu e está se aproximando da terceira fase, que eu prefiro que demore para chegar, porque deverá ser com o fim da série, mas sei lá..Being Erica sempre me surpreende.

E eu não sei você, mas eu tenho a impressão de que eles tem tudo muito bem planejado, não sei explicar muito bem, mas por exemplo, no piloto aparece um close da lista de Erica e se não me engano tem alguns que foram usados até na segunda temporada. E o mais interessante é que a série consegue ser verossímil mesmo tendo elementos de ficção.

Era pra eu comentar só o episódio, mas me empolguei. .