terça-feira, 5 de outubro de 2010

Gossip Girl 4x04: Touch Of Eva


Continuando no ritmo de altos e baixos, Gossip Girl faz um episódio melhor, focado na única trama interessante dessa 4ª temporada.

Chuck e Blair. Pois é. Depois de três temporadas completas, brigas, armações e separações, eles ainda são o melhor de Gossip Girl, o que é bom e ruim ao mesmo tempo. Bom, porque significa que os personagens ainda conseguem manter nosso interesse depois de tanto tempo e também pela inegável química do casal. Ruim, porque significa que todo o resto da série está imprestável e nem mesmo Juliet parece que vá render algo que preste.

Serena é, talvez, uma das partes mais desinteressantes da série, especialmente com essa indecisão entre Dan e Nate. O sem sal e o sem açúcar. Ou vice-versa. Vocês podem até escolher se quiserem. É uma história fraca demais e já vimos coisas muito, muito melhor mesmo.

Nate Samambaia aparece aqui e ali, mas qual é realmente a trama dele? Ser o namorado da nova golpista? Fraco. Dan e Vanessa, eu sei que há quem goste, mas eles parecem um casal de idosos. Ela principalmente, querendo fazer intervenções e discutir a relação em brunchs de família.

Eu sempre gostei de Jenny e agora sabe-se lá quando a teremos de volta. Rufus, Lily e Cia são apenas figurantes de luxo, presos numa espécie de sapato de cimento. Eles simplesmente não são capazes de andar sozinhos e ficam parados no mesmo lugar.

Aí, restam Chuck e Blair. Os dois sozinhos precisam segurar a série inteira nas costas e de certa forma, conseguem. Nesse episódio especificamente, essa batalha de Blair, que ama sem querer amar, é o que motiva a ver até o fim.

Fiquei esperando pelo momento em que finalmente veríamos um podre de Eva e, embora nada de sólido tenha aparecido, já me senti melhor com a francesinha fazendo as malas. Aliás, me pergunto se alguém torceu para que Chuck e Eva vingassem como casal por mais tempo. Aposto que não.

E é claro que o que Blair fez foi por gostar de Chuck além do que ele merece e apesar de tudo o que ele já fez. O difícil é ela admitir uma coisa dessas. Blair é orgulhosa, mas não sei quanto tempo vai levar até que ela diga o que realmente sente.

Até lá, é guerra declarada. E por enquanto, sinto dizer, a nova briga de Chuck e Blair é o único motivo real para que continuemos tendo esperanças em Gossip Girl.

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Patrick disse...

O que falta mesmo é Jenny voltar, eu prometi pra mim mesmo que se jenny não voltar ate o 10° episódio, eu largo Gossip Girl for ever.

SERIADÃO disse...

Sem querer soltar spoiler, mas Jenny volta no episódio 6, e com uma ótima intriga, pelo que li nos spoilers. Também gostei desse ep. Jenny volta de vez no ep 9 ou 10