quinta-feira, 10 de junho de 2010

Survivor Samoa: Season 19

Survivor Samoa ou Survivor Russell? (Contém Spoilers)


Impressionante. Essa é minha 3ª edição de Survivor e continuo firme em dizer que não há, de fato, nenhum reality show melhor no mundo. Durante minha curta maratona de Samoa, ouvi muitas críticas a ela, mas a verdade é que ao chegar ao final, não consegui entender como alguém pode não gostar dessa temporada.

Como ficou claro, essa é a Russell Edition. Depois de vê-lo em Heroes VS Villains resolvi que Samoa seria imprescindível, embora eu não fosse nada com a cara dele e o achasse a pessoa mais arrogante e imbecil do mundo.

Ao ver Samoa, confirmei a parte da arrogância e percebi, finalmente, que imbecis são os outros. Talvez eu tenha ficado com essa impressão porque na 20ª temporada, havia, entre os vilões, alguns cérebros bastante ardilosos e funcionais, como Sandra e Parvati. Mas mesmo os que pareciam mais inteligentes mal conseguiam fazer um simples blindside para tirar Russell da jogada.

Em Samoa, Russell sequer encontra competição. Os participantes são sem sal, sem carisma, acéfalos. Nenhum deles merecia estar ali. Talvez, apenas Shambo, com seu jeito masculino e aquele mullett cultivado desde 1984 tenham tido esse efeito de cativar o público. Mas só.

A edição inteira é sobre como Russell joga, como ele cria o caos, como ele elimina e como ele pensa que, jogando assim, conquistará o júri com seu brilhantismo estratégico. Não há como negar que, se não fosse por Russell Samoa seria uma chatice completa, onde as únicas surpresas ficariam por conta das quase-mortes da galerinha da 3ª idade. Realmente, fiquei chocada com as cenas em que Russell (o outro) fica com aquele olhar paralisado, enquanto caminhava em direção à luz. Até mesmo Jeff estava apavorado naquele momento.

Sobre as provas, a pior para mim, foi aquela da comida. Sou absolutamente fraca para esse tipo de coisa e não ia rolar engolir aquele copo cheio de leite, com polvo e miúdos de frutos do mar.

E os ídolos de imunidade? Quase surtei ao ver Russell encontrando e usando cada um deles. Erik até conseguiu um, mas o blindside foi tão grande que ele levou o colar como lembrança.

Toda a primeira parte da temporada é mesmo um pouco parada, mesmo com as articulações em Foa Foa. O momento em que acontece a união com Galu é uma virada fenomenal, onde 4 pessoas em óbvia desvantagem conseguem eliminar 8 adversários, com jogadas incríveis.

Não tinha como não torcer pelos Foa Foa. Ou alguém aí vai me dizer que Brett, que nunca abriu a boca para falar nada em 39 dias é um grande jogador? Ficar abaixo do radar é inteligente e eficaz, como ele provou, mas honestamente, não é isso que nós queremos ver em Survivor.

Mick e Natalie foram quase pelo mesmo caminho. Mick talvez mais do que ela, que ainda foi capaz de articular a eliminação de Erik praticamente sozinha. No conselho final Russell bateu apenas na tecla de que ele comandou o jogo e, por mais que seja verdade, ninguém que tenha sido eliminado por uma de suas jogadas, votaria para dar o milhão para Russell.

Sem dúvida, o discurso quase choroso de Erik deu o prêmio à Natalie, ou Ratalie, como preferirem. Russell teve de segurar as lágrimas de raiva no programa ao vivo, era notável. E querem saber? Se eu fosse ele, teria raiva também. Russell merecia ganhar esse milhão justamente por ter sido o canalha que foi. E cá entre nós, ele não precisa comprar o título de Sole Survivor. Pelo menos por essa edição, moralmente, ele já o tem.
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

Michel Arouca disse...

Samoa foi Russell Edition total. Ele econtrando os ídolos sem pistas... fantástico. Ele merecia muito ter levado esse milhão. Mas que sirva de lição caso ele jogue pela 3a vez no futuro: o juri sempre será amargo e vingativo.

Victor Poroca disse...

Eu odeio Samoa com toda a certeza, porque simplesmente odeio todo o foco da edição no Russell. Ele joga bem, sim, mas não vejo Survivor pra assistir o jogo de uma pessoa. Não é isso que Survivor é sobre, e isso em cansou bastante durante toda a temporada.

A edição da vencedora é uma merda porque a edição só quis focar no Russell, e não me venham dizer que só tinha ele de bom: SURVIVOR TEM EDIÇÃO, GENTE! PROMOVERAM ELE PRA AUMENTAREM AUDIÊNCIA DE HEROES VS. VILLAINS.

Enfim, que bom que você gostou de Samoa. Espero que você continue assistindo várias outras temporadas, Tamis.

Camis Barbieri disse...

Adoro ver o Poroca revoltado! Assim,claro que a edição focou no Russell. Há uma tendência de apostar no jogador que mais fala coisas polêmicas e faz coisas polêmicas. Em Samoa teve o Russell. O Erik, enquanto esteve lá, também apareceu bastante, falando aquelas merdas imensas. Shambo imitando galinhas e querendo acabar com a galera do 90210, idem. Mas se você parar e analisar friamente, a edição apostou na ficha que estava no jogo. Não havia outro nome senão Russell para carregar a temporada nas costas.
Entendo que muitos não gostem, mas a verdade, é essa. E sobre HVSV, pois é, pode até ser. A CBS seria burra em não aproveitar essa onda de popularidade. ShowBiss é assim!

Rodrigo disse...

Provado que se você gostou de Samoa vai gostar de todas. O único problema é que, como outras pessoas, você está dando prioridade as temporadas novas, e portanto vai esperar esse mesmo nível das primeiras, e irá se decepcionar, pois estas se importam mais com o social, e a parte de estratégia sendo mínima. Por isso, continuo pedindo pra que veja as primeiras, senão vai gostar de metade das temporadas e odiar a outra metade. E eu já vi isso acontecer.

Mudando de assunto, essa é a temporada do Russel. Torci por ele (também, digamos que era meio impossível simpatizar com os outros, muito menos torcer). Pena que em HvV isso ficou muito exagerado, ignorando alguns favoritos como Courtney, Candice, Tyson e Randy, me deixando com muito raiva, mesmo que a culpa seja da edição, que omitiu os outros.

Não sei qual vai ser a próxima que você vai ver, mas espero que goste tanto quanto dessa.

diogp disse...

O cast desta temporada eh realmente fraco mas acredito q a edição tmbm foi ruim, pq soh mostrou o russel e nem deu chance a outros participantes. Ela tem bons momentos como o blindise no Erik, na Kelly e na Laura (q eu odiava) mas é sim uma das piores temporadas de Survivor com ctza.

Roseanna disse...

A 1ª que eu vi foi Tocantins (a 18) então Samoa eu acompanhei toda semana, e foi impressionante como Russell conseguiu levar essa season nas costas mesmo. A Natalie não foi TÃO sonsa assim mas é fato que o R fez 90% do trabalho de blindside.
Só que eu o acho burro. Não tem jeito.
Russell parece ignorar que quem vai dar a grana pra ele no fim é o jury, e ser escrotos com eles é *burrice*. Isso me impede um pouco de achar tanto Samoa qto HxV excelentes. São muito boas season mas se vc quer excelente veja Micronesia. Nuh! :p
Aliás, não exagerei, HxV é excelente também. ter outras pessoas pra interagir com o Russell salvou a parada... hahaha :p

Roseanna disse...

A 1ª que eu vi foi Tocantins (a 18) então Samoa eu acompanhei toda semana, e foi impressionante como Russell conseguiu levar essa season nas costas mesmo. A Natalie não foi TÃO sonsa assim mas é fato que o R fez 90% do trabalho de blindside.
Só que eu o acho burro. Não tem jeito.
Russell parece ignorar que quem vai dar a grana pra ele no fim é o jury, e ser escrotos com eles é *burrice*. Isso me impede um pouco de achar tanto Samoa qto HxV excelentes. São muito boas season mas se vc quer excelente veja Micronesia. Nuh! :p
Aliás, não exagerei, HxV é excelente também. ter outras pessoas pra interagir com o Russell salvou a parada... hahaha :p