quinta-feira, 20 de maio de 2010

V 1x12 (Season Finale): Red Sky

Sério que isso foi a Season Finale de V?

Sabe aquela piadinha tosca? “Vi V e sobrevivi”. Pois então. Eu quase não mantive minha vida para ser capaz de comentar o episódio. Acredito que cheguei ao meu limite. Havia prometido assistir até o parto do bebê lagarto e vou cumprir a promessa, sem dó nem piedade.

A temporada foi fraquíssima. Isso, para ser bacana com a série, que abusou da trama arrastada e dos cenários toscos. Honestamente, V é uma porcaria imensa e sua renovação aconteceu apenas porque, apesar de tudo, a série rende dólares para a ABC.

Porém, é preciso que a emissora fique atenta. Ou V dá um salto na qualidade ou vai perder público exponencialmente. Só agüentei  para não dizer que não dei uma chance, ou 12 delas. Agora basta. Não dá para continuar vendo essa palhaçada onde ninguém tem o menor carisma e eu preciso me esforçar para completar os 40 minutos de vídeo.

Sobre o episódio, foi aquela coisa: muita enrolação e pouca ação. Gostei das partes de Erica no jantar e destruindo os ovos. Gostei do piti imenso de Ana virando humana no final. Gostei de Hobbs descobrindo que é putinha dos V.Gostei do céu vermelho de efeitos toscos que mostram a maldade dos lagartos. Só.

Mais uma vez, V não consegue dar andamento em nada completamente e perde minutos preciosos em diálogos inúteis. Sério que Chad só caiu na real agora? Sério que Marcus é da 5ª Coluna? Sério que Ryan vai cair na lábia de Anna? Sério que o bebê lagarto enrola o rabinho no dedinho do papai? Tenham dó. A única coisa que poderia salvar o episódio seria o bebê lagarto, mas nem isso mostraram.

Por essas e outras, fico com a V original, que nos anos 80 mostrou parto de gêmeos com efeitos ruins, mas ainda assim (e exatamente por isso), é infinitamente melhor.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Caio Cesar disse...

Quanto tempo não comento aqui, mas sempre veio dar uma lida nas reviews.

Falando sobre a série: ela começou bem, depois do fiasco de flash forward os roteiristas tinham o dever de se dedicarem ao máximo a série, mas com o tempo foram acabando os assuntos e a série perdeu a qualidade, dai pra frente foi uma montanha-russa, altos e baixos. Existiram episódios arrastados? Claro que existiram. Mas existiram episódios bons. Eu gostei da série, sou suspeito pra falar pq adoro sci-fi.

PS: Morena Baccarin ajudou muito a série, já a "Juliet" é um porre.

Camis Barbieri disse...

Pois é Caio...eu tb amo Sci-fi, mas V conseguiu me entediar. Parei, boa sorte pra quem continua. E não deixem de me avisar se melhorar.

jorge disse...

acho q está um pouquinho tarde, mas a 2a temporada de V realmente está boa. depois q eles mudaram os produtores da série, V conseguiu fazer episódio excelentes e de qualidade muito superior ao piloto (que foi foda).
sei lá, acho que super vale a pena ver a nova temporada de V. =D

Isa. disse...

Ei! Adorei seu blog! Principalmente sobre Fringe!

Sugiro que você dê uma olhada na 2a temporada de "V", pois acho que deu uma melhorada! Concordo que a qualidade da série não chega nem aos pés de Fringe, mas achei o "remake" bem feito! E a história deu um "salto", por assim dizer. Vale a pena dar mais uma chance!
Parabéns novamente pelo blog! Você escreve muito bem! Abraços.