sábado, 29 de maio de 2010

Breaking Bad 3x10: Fly

‘Fly’ é uma de lição de Breaking Bad sobre a arte de fazer episódios de série.

Quando comecei a ver Breaking Bad eu sabia que não veria uma série como as outras já no Piloto. Ao longo desses 3 anos vi cenas emocionantes, em diversos sentidos, fosse porque provocavam choro, espanto, nervoso ou expectativa. Porém, nesse tempo todo, nunca houve um episódio que eu possa comparar com esse, simplesmente pelo fato de que nunca vi nada igual.

O plot pode até parecer idiota. Quanto uma feroz caçada a uma mosca pode render? Se você duvida que pode haver arte em algo assim, recomendo que veja Breaking Bad.

Para começar, eu faria exatamente o mesmo. Aliás, correção, eu faço exatamente o mesmo. Sou aficionada com ambientes livres de contaminação por moscas. É claro que, por trás da minha motivação, não há nada tão profundo quanto a frágil relação que se estabeleceu entre Walter e Jesse.

‘Fly’ nada mais é do que uma imensa metáfora disso, especialmente quando vemos Walter perseguir, com tanto afinco, a explicação para as diferenças numéricas na produção das drogas.

Cada minuto desse episódio prende a atenção com uma eficiência absurda. Não apenas pelas cenas de alta periculosidade, onde Walter e Jesse arriscam quebrar pernas e pescoço para matar a infame mosca. Cada diálogo entre eles tem força e significado. É simples e arrojado ao mesmo tempo.

Breaking Bad, mais uma vez, prova que não recebe o valor que deveria. No Brasil, especialmente, é uma produção quase desconhecida. Por isso, se você leu esse texto mesmo sem nunca ter visto a série, dê uma chance à Breaking Bad. Tenho certeza de que não irá se arrepender.
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

Diogo disse...

Sim, foi um bom episódio, todo metafórico e "artístico", mas não me agradou muito. Mesmo vendo (com um pouco de dificuldade) todos esses aspectos "interessantes" do episódio, ainda não consegui me livrar do tom de filler do episódio. Em muitas cenas me senti perdendo o interesse, e até desviando a atenção da tela pra fazer alguma outra coisa. Ainda sim, BB é a melhor série passando nesse momento.

Thales disse...

realmente BB é a melhor série no momento, começei a ver semana passada e fiquei meio alucinado, baixei todo os episódios e vi em quase todo tempo que tinha livre, pena que não dão o valor merecida para séries boas como esta.

Anônimo disse...

realmente BB é a melhor série no momento, começei a ver semana passada e fiquei meio alucinado, baixei todo os episódios e vi em quase todo tempo que tinha livre, pena que não dão o valor merecida para séries boas como esta.

Daniel Barcelos disse...

Boa, Camis!

Tb gostei mto do episódio. So consigo comparar esse com o 2x09, "4 Days Out", também excelente.

Adoro quando param tudo pra desenvolver a relação dos dois. Fiquei angustiado ao pensar que o Walter poderia contar pro Jesse que viu a guria morrer e não fez nada...

JD disse...

Parabens, poucos blogs de series no Brasil tem comentado sobre a melhor serie da atualidade! Por enqto so vi voce e o Comentarios em Serie, q começou a escrever sobre a serie agora e tb foi so elogios com esse Fly: http://www.comentariosemserie.com/2010/05/breaking-bad-3x10-fly.html

Tb acho o episodio excelente!

Luiz André disse...

Para mim, foi o tipo "bottle episode", centrado nos personagens principais em um único cenário. O que chama a atenção é o conflito que pode surgir entre Walter e Jesse neste fim de temporada e no começo da seguinte.  

Rafinery disse...

assino embaixo.Essa série é diferentes de todas.A produção é sensacional, o roteiro excelente...sem comentários.

Thiago disse...

Camis, adoro seu blog e suas reviews, porém discordo completamente do que você disse acima.. Estranho, não? Acho a série fantástica, uma das melhores da atualidade e fico decepcionado em ver que a mesma não tem reconhecimento nos EUA, tão pouco aqui. Mas achei esse episódio muito ruim. Chato, lento e totalmente vazio. Creio que foi um "tapa buracos" dos roteiristas como Brown Betty de Fringe. Não gostei. Achei o mais fraco de todas as temporadas até agora, mas isso não muda o fato da série ser excelente. Todas tem recaídas.

Beth disse...

Acho que dá pra dividir os fãs de BRBa entre os que amam e os que odeiam Fly. Eu acho um ep lindo, não pelas questões filosóficas que podem estar implícitas (e confesso que não enxergo ou não entendo muito disso no ep).


Pra mim, o mais bacana é mostrar o conflito interno de Walt em confessar ou não pra Jesse o que ocorreu na morte da Jane. O químico, que só consegue ser sincero qdo está bêbado ou dopado, sabe que Jesse não o perdoaria e essa revelação poderia trazer muita dor ao jovem (qto a isso Walt tinha muuuuuita certeza...).


Não acho Fly um ep filler porque serviu pra restabelecer a instável relação dos dois homens, que andava meio corroída naquela fase da série. Se nada disso bastasse, o ep ainda seria ótimo pelas atuações de Cranston e Paul, magníficos.