terça-feira, 18 de agosto de 2009

True Blood 2x09: I Will Rise Up


Essa temporada de True Blood tem sido uma experiência fantástica e todos os dias eu agradeço ao Allan Ball por isso. Impressionante como, um após o outro, os episódios conseguem se superar e fazer de cada um de nós vampiros sanguinários, loucos para sugar tudo da série.


Então, como estávamos todos esperando, a bomba explodiu e voou neguinho pra todo lado. Enquanto Bill se despedia de Lorena, pelo que sinto, não por muito tempo, a casa do Godric foi pelos ares. Morreram humanos e vampiros (aliás, um morto pode morrer?), mas Sookie e Jason sobrevivem. Ela é protegida por Eric, o melhor escudo do mundo, que acaba ferido, cheio de pedaços de prata dentro do corpo. Logo ele implora que Sookie sugue seu sangue e retire os fragmentos de seu peito. Ela vai, toda cheia de nojo, numa função que milhares de mulheres atenderiam com prazer e eficiência, e retira o que pode. Bill, que vai chegando da rua, depois de mandar uma mensagem para a Sociedade do Sol, assiste à cena e percebe que Eric usou a bondade de Sookie para conectá-la de vez a ele. Agora que ela bebeu o sangue de Eric, mesmo em pequena quantidade, ele vai poder sentir tudo o que ela sentir e de acordo com Bill, logo logo Sookie sentirá uma incrível atração sexual por Eric. Aliás, tenho a impressão de que nem precisava beber o sangue dele para tal. Fato é que Sookie tem ojeriza por Eric e acha impossível que aconteça qualquer uma das coisas que Bill, sentindo o chifre surgir, sugere.
Porém, quando ela finalmente consegue dormir, o sonho (Aliás, o que foi aquele sonho? Onde posso comprar o meu?) com Eric é intenso, erótico e pasmem, romântico. Ao fundo, Lorena é a consciência que tenta lembrar Sookie de que Bill existe. Mas, convenhamos, o que é o Bill perto daquele gigante nórdico do Eric? Pra mim, um vampiro semi-careca.
Deixando as preferências de lado, falemos de Godric. Esse aí perde o cargo de xerife e conta que não foi seqüestrado coisa nenhuma. Depois de dois mil anos andando pelo mundo, Godric cansou da vida (ou falta dela) e decide morrer (de novo, morto morre?). Para isso, ele se entregou à Sociedade do Sol e aceitaria queimar ao sol de muito bom grado. Aliás, é isso mesmo que ele faz. Despede-se de um choroso Eric, que começa a demonstrar que tem sentimentos e fica com Sookie a seu lado até que o fim. Então, ele vira purpurina. Piadinhas á parte, achei a despedida emocionante. Foi lindo ver Godric virar uma chama azul e desaparecer no ar, como se nunca tivesse estado ali.
Em Bom Temps, Hoyt quer apresentar Jessica para a mãe megera, mas a velha não facilita. No encontro, faz questão de dizer que Jessica nunca poderá ter filhos e só consegue que Hoyt finalmente honre o que tem nas calças e resolva de casa.
E a quizumba da Maryann continua. Depois de Tara e Eggs se espancarem, deixando Laffayette mais macho do que nunca pra defender a prima, ela deixa claro o que realmente quer. Além daquele papo de libertação e encontro com Deus, papinho muito suicídio coletivo pro meu gosto, ela tem esse capricho de ser a dona do Sam. Maryann, uma dica: Tá cheio de cachorro de rua pra adotar, deixa o coitado em paz.
Aliás, cidade inteira na cadeia e só o Sam tem cela exclusiva. Mas, por pouco tempo. Maryann chega pra bagunçar geral e deixa o pobre Xerife Dearborn de zóinho preto. Ela então vai até as celas, vitoriosa. Finalmente conseguiu capturar o Sam, mas... surpresa! Maryann não contava com a astúcia de Sam que vira literalmente uma mosca na sopa dessa diaba. E ele faz questão de voar atrás dela e saber como ela age, testemunhando a cena em que Laffayette e a mãe de Tara aparecem para tirá-la do domínio de Maryann e a levam embora à força.
Depois disso, ele até fica em dúvida sobre virar uma mosca de padaria, mas procura Andie Bellefleur, o único de toda Bon Temps que acreditaria no que ele acabou de ver. Mas Sam que não se engane. A caçada de Maryann apenas começou.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Anônimo disse...

É impressão minha ou aquela mosca mostrava para onde sam deveria fugir????

Camis disse...

Pode ser...foi a primeira vez que uma mosca teve utilidade.

anderson disse...

Caramba, que baita episodio heim. Realmente a cena que Godric vira purpurina foi bem emocionante, claro que a linda e talentosa Ana Paquin ajudou né. E que o proximo domingo chegue logo.

anderson disse...

Caramba, que baita episodio heim. Realmente a cena que Godric vira purpurina foi bem emocionante, claro que a linda e talentosa Ana Paquin ajudou né. E que o proximo domingo chegue logo.