terça-feira, 21 de setembro de 2010

Mike and Molly 1x01: Pilot


Se 2009 foi o ano do beijo gay, 2010 é, definitivamente, o ano dos gordos na TV americana.

É oficial. Gordo é o novo câncer e por isso, Mike and Molly está fazendo tendência como a mais recente comédia da CBS, cria do conhecidíssimo Chuck Lorre, responsável por Two and a Half Man e The Big Bang Theory.

Com esse nome na produção, não se pode esperar menos do que boas risadas e o Piloto cumpre seu papel. Não é nada que vá te deixar com dor de barriga de tanto gargalhar, mas ao que tudo indica, há potencial para desenvolver uma comédia de qualidade. Posso dizer que os 20 minutos de episódio se esvaíram sem que eu percebesse e acho que isso é um bom sinal.

Como não poderia deixar de ser, o foco é todo nas piadas com gordinhos, aliás, na maioria das vezes os próprios protagonistas é que vão falar sobre o assunto, que tem ganhado cada vez mais espaço com produções como Drop Dead Diva e Huge. Por isso, podem esperar todo tipo de pastelão envolvendo comida, camas, sofás e mesas quebrando (o que já acontece no piloto) e comparações de gordos com coisas enormes, como futtons ou baleias.

A premissa é simples. Mike (Billy Gardel) é um policial que procura dietas da moda em revistas de noiva (e segue firme com elas). Depois de conhecer de perto a dieta da salsicha, ele resolve freqüentar o grupo de apoio aos gordinhos anônimos (embora isso seja tecnicamente impossível), sem imaginar que a vida de homem solitário está prestes a acabar. Lá, ele conhece Molly (Melissa McCarty), uma professora bem atiradinha e que sofre para se manter em forma, enquanto a mãe e a irmã devoram bolos inteiros na frente dela. Reza a lenda que Molly também não é gorda e tem apenas ossos largos, mas essa é uma teoria que teremos de confirmar.

O interessante é que, apesar de o foco central ser o encontro desse casal, os atores principais não parecem que terão o fardo de carregar a série nas costas. O parceiro de trabalho de Mike, Carl ( Reno Wilson) tem ótimas tiradas ( talvez as melhores do episódio) e até o atendente da lanchonete, Samuel (Nyambi Nyambi) tem seus bons momentos.

Com a família de Molly a coisa já complica. A Mãe, Joyce (Swoozie Kurtz) é bem decadente, mas nada em comparação com Victoria (Katy Nixon). Duas atuações forçadas demais para o meu gosto, mas nada que seja impossível de resolver, já que a série está apenas começando.



Comentários
6 Comentários

6 comentários:

Régis Eduardo disse...

Nussa Camis, a gente discordou 100% nas opiniões. Eu detestei a parte do policial negão... e achei que a única que funcionou foi a da família da Molly.... hauhua...

E bem sincero, achei o episódio bem fraco.

Anônimo disse...

Meu nome é Hamilton e eu gostaria de saber onde posso baixar esse piloto. Gosto dos trabalhos de Chuck Lorre e a Melissa é ótima em Gilmore Girls, entã vou dar uma chance a essa série.
Desde já agradeço, o blog está muito bom.
Abraço.

Camis Barbieri disse...

Hamilton, em breve o SeriesTVIX deve ter o episódio legendado, mas no http://megarelease.net vc já encontra o episódio sem legendas.

Hamilton disse...

Muito obrigado Camis, já vou baixar.

Denise disse...

Nossa... gostei mto!
Achei q os atores tem uma química mto boa!
Ri mto com o amigo do Mike... e é verdade, Camis, o episódio voou mesmo...

Pretendo continuar a assistir....!

Hamilton disse...

Camis, tô contigo que a família da Molly tá forçada e sem graça.
A irmã dela até q é gostosa, mas passaria fome como comediante.
Achei um episódio agradável e das sitcons q eu vi por esses tempos, a q eu mais simpatizei.
Agora é continuar pra ver se desenrola uma série bacana ou uma bosta.